Um gerador fotovoltaico de demonstração será montado na área de descanso do hotel Hegau-Ost sobre a autoestrada A81, no município de Engen, estado de Baden-Württemberg, anunciou recentemente o governo alemão. O projeto faz parte de uma pesquisa conjunta de construção e tecnologias de estradas da Alemanha com as vizinhas Áustria e Suíça, através do instituto Fraunhofer ISE (de Friburgo), do Forster FF e do Instituto Austríaco de Tecnologia (estes dois na Áustria).

O objetivo do protótipo é demonstrar que a geração de energia solar sobre rodovias é economicamente viável em condições reais de tráfego e pode ser operada permanentemente. O equipamento consiste em uma cobertura com área de 10 m x 17 m feita de módulos fotovoltaicos, que será instalada 5,5 m acima do leito da rodovia sobre uma estrutura de aço.

Segundo o Secretário do Ministério Federal dos Transportes e Infraestrutura Digital da Alemanha, Steffen Bilger, a cobertura solar de uma rodovia é um desafio técnico especial devido ao fluxo intenso de veículos. “Mas a opção de usar uma área já fechada e dedicada ao tráfego também para gerar a energia necessária para os veículos elétricos que passarão pela via tem que ser perseguida.”

Construir geradores fotovoltaicos acima de rodovias é significativamente mais caro em comparação com sistemas em telhados ou espaços abertos. Em caso de acidente na estrada, a estrutura de suporte deve ser protegida contra eventual colisão, para que não desmorone. Como agravante, a partir de 80 metros de comprimento tais estruturas são classificadas como semelhantes a túneis e devem atender a requisitos de segurança ainda mais rigorosos.

Embora o design modular do equipamento de demonstração tenha algumas vantagens de custo, o uso extensivo de telhados solares em rodovias não é esperado a médio prazo. Isso porque ainda há um grande potencial em áreas nas quais a energia renovável pode ser gerada de forma menos dispendiosa. Mas, para áreas com aplicações especiais e localmente limitadas, os especialistas consideram possíveis esses telhados FV nas estradas.

A construção está prevista para começar no outono do Hemisfério Norte. O funcionamento da usina FV será monitorado durante cerca de um ano. Com base na experiência adquirida, outros pilotos de aplicação poderão ser implementados.

O demonstrador de telhado solar sobre a rodovia é um sinal de que a cooperação em pesquisas de construção de estradas entre Alemanha, a Áustria e Suíça está funcionando. Os três países vizinhos no coração da Europa realizam pesquisas conjuntas nessa área há cinco anos. Os tópicos variam de problemas clássicos da tecnologia de concreto e asfalto a questões futuras de digitalização e automação. A iniciativa solar na A81 está sendo apoiada também pela empresa estatal Autobahn GmbH, responsável pelo planejamento, construção, operação, manutenção, financiamento e gestão dos ativos das rodovias na Alemanha




Mais Notícias FOTOVOLT



Paraíba vai ter fábrica de módulos e novo complexo solar

Nova unidade da Balfar e complexo Santa Luzia, do grupo Rio Alto, somarão R$ 4,17 bilhões em investimentos no estado.

17/06/2021


WDC faz parceria com Huawei e HDT Energy

Ideia é promover a sinergia de equipamentos com a operação de distribuição e logística das empresas no País.

17/06/2021


EDP conclui aquisição de portfólio de GD solar da AES

Negociação envolve R$ 101,1 milhões e portfólio de aproximadamente 34 MWp, entre projetos em operação e para serem construídos

17/06/2021