Após a conclusão de operação de permuta firmada entre a subsidiária Eletrobras Eletronorte e a Neoenergia, a Eletrobras passou a deter 100% da Companhia Hidrelétrica Teles Pires. Antes da operação, a companhia detinha 49% do empreendimento. Trata-se de negociação que não envolve entrada e saída de caixa, dada a permuta de ativos.

A usina hidrelétrica Teles Pires, construída no rio de mesmo nome, está localizada na fronteira dos estados do Pará e Mato Grosso, nos municípios de Jacareacanga (PA) e Paranaíta (MT). O empreendimento tem potência instalada de 1820 MW, energia suficiente para abastecer uma população de 13,5 milhões de habitantes.

Segundo a Eletrobras, a transação se alinha à estratégia de racionalização de participações, conforme previsto no planejamento estratégico da companhia. Isso resultará em otimização societária, uma vez que a Eletrobras deixará de deter participações nas companhias Neoenergia Afluente T, Neoenergia Coelba, Neoenergia Cosern e EAPSA, e passará a deter 100% da Companhia Hidrelétrica Teles Pires e 66% do Consórcio UHE Baguari.



Mais Notícias EM



Leilão de transmissão em março vai atrair R$ 18,2 bi

Certame vai leiloar 15 lotes em 14 estados e envolve 6,6 mil quilômetros de linhas

23/02/2024


Mais 10,1 GW previstos para a matriz elétrica nacional em 2024

Se previsão da Aneel se confirmar, será o segundo melhor resultado desde a criação da agência em 1997

23/02/2024


EDP vai investir R$ 180 milhões no Espírito Santo

Montante vai ser aplicado na infraestrutura de rede da distribuidora e na construção de usinas fotovoltaicas para geração distribuída

26/02/2024