A BHIP, concessionária responsável pela iluminação pública em Belo Horizonte, já modernizou 95% dos 182 mil pontos de luz da cidade, substituindo aparelhos de vapor de sódio por luminárias LED, que oferecem maior luminosidade, consomem menos energia, duram até três vezes mais e oferecem melhor reprodução de cores para o olho humano. Para Marcelo Bruzzi, presidente da BHIP, a modernização tem agradado os moradores, pois houve significativa redução no número de reclamações registradas na Ouvidoria do Município.

A redução das falhas também é destacada pela empresa: enquanto para as lâmpadas de vapor de sódio a taxa de falha era em torno de 6%, a das luminárias LED é de apenas 1%. E, por meio de um sistema de telegestão instalado nas luminárias das principais avenidas da capital mineira, a BHIP consegue rapidamente identificar falhas e encaminhar a manutenção. A telegestão permite ainda o controle integral das luminárias, com acionamento e desligamento remotos e variação de luminosidade (dimerização), além de medição de consumo de energia e monitoramento de grandezas elétricas.

Após a modernização, as novas luminárias LED trarão economia anual de R$ 25 milhões nas despesas de energia elétrica para iluminação pública da prefeitura de BH, além de atendimento pleno da norma ABNT NBR 5101/2018 – “Iluminação pública — Procedimento”, que estabelece os requisitos para iluminação de vias públicas, propiciando segurança para pedestres e veículos.  Com a cidade melhor iluminada, é prevista redução da criminalidade e do número de atropelamentos durante a noite.

De acordo com a empresa, uma série de fatores têm atrapalhado os serviços de modernização, como abelhas e marimbondos nas luminárias, obstrução por galhos de árvores, chuva excessiva e, o mais frequente, carros estacionados ou abandonados nas vias. Nestes casos, as equipes têm de retornar ao local para executar a troca, eventualmente mais de uma vez, o que explica por que, em alguns bairros, ainda não se atingiram os 100% dos pontos de luz, afirma a BHIP.

A empresa é uma sociedade de propósito específico (SPE) criada pelos vencedores da licitação, realizada em maio de 2016, de parceria público-privada (PPP) destinada à modernização, manutenção e operação durante 20 anos da rede municipal de iluminação pública de Belo Horizonte. Além de substituição dos mais de 182 mil pontos de luz em 6000 km de vias, sendo 32,8 mil pontos equipados com tecnologia de telegestão, e de iluminação de destaque para 13 locais da cidade, o contrato previa redução mínima de 45% no consumo de energia. O valor de investimento previsto em 2017 era de R$ 400 milhões.

A etapa final da modernização compreende as regiões da Pampulha e Centro-sul, e a expectativa é de que 100% do parque esteja com luminárias de tecnologia LED até outubro. A empresa informa que seus serviços podem ser acionados gratuitamente pelo atendimento telefônico 0800-941-6789. Também está disponível o site www.bhip.com.br e o aplicativo BHIP para smartphones e tablets.



Mais Notícias EM



CPFL implanta eletropostos em meio à projeção ainda mais otimista para carros elétricos

Primeira de 50 estações de recarga de carros elétricos foi inaugurada em Viracopos e segue tendência global de crescimento de 29% ao ano nas vendas de veículos.

03/08/2020


Tradener exporta energia para a Argentina

Comercializadora foi autorizada pelo MME e iniciou a operação de venda da geração de quatro usinas térmicas

03/08/2020


Mercado livre puxa recuperação do consumo

Nos primeiros 15 dias de julho, CCEE registra primeira alta no consumo do mercado livre desde o começo da pandemia.

03/08/2020