A Evoltz, empresa que atua na região amazônica por meio das concessionárias Norte Brasil Transmissora de Energia (em sociedade com a Eletronorte) e a Manaus Transmissora de Energia, vai investir de R$ 5,9 milhões em comunidades indígenas, quilombolas, ribeirinhas e de agricultura familiar em dois territórios da região (Calha do Norte do Rio Amazonas e Terra do Meio), em parceria com o Imaflora e por meio da rede Origens Brasil, que reúne mais de 1700 produtores quilombolas, extrativistas e indígenas na Amazônia.

O investimento está previsto para ser disponibilizado via um programa socioambiental com duração de dois anos e meio. Porém, em face da pandemia do novo coronavírus, R$ 689 576,80 já estão sendo aplicados de modo emergencial para manter essas populações fora de contato com populações urbanas. Desse montante, R$ 466 532, são destinados à Coopaflora - Cooperativa Mista dos Povos Tradicionais da Calha Norte, por meio do Fundo Rotativo das Cadeias da sociobiodiversidade da Calha Norte, no Pará. Por dois meses consecutivos, essa doação permitirá a compra de 2200 cestas básicas com itens de alimentação, higiene pessoal e limpeza para 1100 famílias de indígenas, quilombolas e agricultores familiares da região. Para fomentar a manutenção das atividades agroextrativistas, a partir da compra da produção pela Coopaflora para formação de estoque e comercialização de produtos, foram empenhados R$ 80 mil.

A Rede de Cantinas da Terra do Meio, que reúne ribeirinhos, indígenas e agricultores familiares na Reserva do Xingu, receberá R$ 223 mil para melhoria na qualidade de vida, proteção às florestas e geração de renda por meio da promoção de produtos florestais não madeireiros, com viabilização da safra de copaíba, borracha e babaçu de 14 cantinas ribeirinhas, localizadas nas reservas extrativistas do Rio Xingu, Rio Iriri e Riozinho do Anfrísio. Essa ação impactará mais de 400 famílias em 27 cantinas, oito miniusinas em cinco terras indígenas e três unidades de conservação. Para essa região, serão doadas 464 cestas básicas.

Por meio do fortalecimento e aceleração da rede Origens Brasil, uma iniciativa distinguida pela ONU com um prêmio de Inovação Internacional, a Evoltz realizará os aportes financeiros trimestrais ao longo dos próximos dois anos e meio, até chegar aos R$ 5,9 milhões previstos. Os recursos serão usados para estimular negócios éticos com rastreabilidade e transparência, que contribuam para a manutenção da floresta em pé e do modo de vida das populações em situação de vulnerabilidade. Segundo a empresa, o objetivo é criar um vínculo duradouro com as comunidades locais, incentivando-as a manter as atividades agroextrativistas, e apoiar a produção das famílias, assegurando o abastecimento de alimentos e itens essenciais e preservando-as da exposição ao novo coronavírus, além de fortalecer a rede de produção florestal a longo prazo.

As doações das cestas básicas começaram em maio. Nos próximos três meses terá início a utilização dos recursos de capital de giro para a compra direta de óleo de copaíba, castanha do Pará e cumaru das famílias que residem nos munícipios de Alenquer, Altamira e Oriximiná, no estado do Pará, assim como em Nhamundá, na divisa entre Pará e Amazonas.

A Evoltz é uma empresa do TPG - Texas Pacific Group criada em maio de 2018 com a aquisição dos ativos de transmissão de energia elétrica da Abengoa no Brasil. A companhia opera ativos de transmissão em 10 estados brasileiros, com 3561 km de linhas de transmissão de 230, 500 e 600 kV. Tem ao todo sete concessões de transmissão no País.



Mais Notícias EM



Consumo de energia aumentou em março

Mesmo com agravamento da pandemia e maior distanciamento social, consumo foi 5,5% maior do que março do ano passado.

16/04/2021


Enel adota aplicativo para pagamento de conta de luz em SP

Distribuidora fechou parceria com a PicPay e concede créditos para primeiros consumidores que adotarem o pagamento digital.

16/04/2021


2W Energia capta recursos para erguer eólica

Financiamento da gestora Darby será para o complexo Anemus, no Rio Grande do Norte.

16/04/2021