Nos dias 4, 11 e 18 de junho a revista EM – Eletricidade Moderna vai realizar webinars sobre segurança de trabalhadores em instalações elétricas e sobre aterramento elétrico. Os eventos serão realizados em parceria com o engenheiro João Gilberto Cunha, diretor da empresa Mi Omega e integrante de três comissões da ABNT responsáveis pelas normas NBR 5410, NBR 16384 e NBR 14039.

O evento do dia 4 será “Revisão da NR 10 – O que muda e como isso afetará empresas e profissionais”, sobre a revisão da Norma Regulamentadora nº 10 - Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade, cujo processo está agora em andamento no grupo de trabalho tripartite designado pela Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia. O novo texto deve clarificar passagens do texto atual e melhorar a determinação de atribuições, como as relativas ao treinamento e autorização de trabalhadores que realizam os serviços com eletricidade.

A convidada para debater com João Cunha é a engenheira eletricista Vitória Márcia Araújo Amâncio, especialista em Engenharia e Segurança do Trabalho, auditora fiscal do trabalho durante 18 anos e membro do Grupo Técnico da NR 10 GT10/2019. Vitória e João Cunha vão apresentar e discutir, dos pontos de vista de suas especialidades, as mudanças propostas para a norma, tanto nos requisitos para instalações elétricas quanto nos relativos ao sistema de gestão, e como as alterações devem afetar as empresas e os profissionais de eletricidade.

Já no dia 11, o tema será “A nova norma ABNT NBR 16384 – Segurança em eletricidade”, tratando do conteúdo dessa norma de recomendações e orientações para trabalhos seguros envolvendo eletricidade. Publicada depois de 10 anos em elaboração pela comissão responsável do Cobei/ABNT, a norma se aplica a serviços em instalações elétricas ou nas suas proximidades, visando a segurança das pessoas, trabalhadores e instalações. Oferece ainda informações para elaboração de um programa de segurança para execução dos serviços, e também para organização dos aspectos humanos na intervenção destas instalações por meio de um sistema de gerenciamento. O convidado para debater a norma com João Cunha é o engenheiro Edson Martinho, Diretor Executivo da Abracopel - Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade, diretor da Lambda Consultoria, e Coordenador da comissão CE 064.012 “Segurança em Eletricidade” do CB-3/ABNT.

E no dia 18 de junho, o webinar “Aterramento elétrico – os esquemas TN, TT e IT” vai abordar as características dos esquemas de aterramento, suas especificidades na proteção contra choques elétricos e sobretensões e os tipos de instalação indicados para a aplicação de cada um. Os convidados para o webinar são os especialistas Celso Luiz Pereira Mendes, life senior member do IEEE, membro sênior da VDE e integrante da comissão revisora da NBR 5410 desde 1990; e Sergio Roberto Silva dos Santos, engenheiro da Lambda Consultoria, especialista em proteção contra surtos e participante da elaboração das normas técnicas da ABNT sobre este tema.

O webinar do dia 4 já recebe inscrições (gratuitas) via o link https://oferta.arandanet.com.br/2o-webinar-em-revisao-da-nr-10. Os links para os demais serão disponibilizados nos próximos dias.

Anote na agenda:

4 de junho, 18h00 – “Revisão da NR 10 – O que muda e como isso afetará empresas e profissionais

11 de junho, 18h00 - "A nova norma ABNT NBR 16384 – Segurança em eletricidade"

18 de junho, 18h00 - " Aterramento elétrico – os esquemas TN, TT e IT”


Mais Notícias EM



Novo disjuntor de estado sólido é aprovado pela UL nos EUA

Empresa consolida segunda geração de seu disjuntor totalmente digital e faz investida pesada no mercado de mobilidade elétrica. Dispositivo pode ser até 3000 vezes mais rápido que os termomagnéticos.

03/07/2020


Conta COVID: lista dos bancos participantes chega à CCEE

Câmara aguarda declarações das distribuidoras interessadas em aderir à medida. Primeiros repasses devem ocorrer ainda este mês.

03/07/2020


Belo Horizonte já modernizou 95% de sua iluminação pública

Empresa parceira da PPP com a prefeitura pretende concluir a instalação de luminárias LED em 100% dos pontos de luz até outubro. Sistema conta com telegestão e telemedição. Contrato de operação é de 20 anos.

03/07/2020