A Neoenergia inaugurou em Salvador, na Bahia, um novo centro de operações integradas (COI) para uso da distribuidora estadual, a Neoenergia Coelba. O local integra o atendimento técnico e aperfeiçoa, com novas tecnologias, o monitoramento da rede elétrica. Foram investidos R$ 6 milhões nas obras, que ocupam 770m² em área de um dos edifícios-sede da Coelba na capital baiana.

Segundo comunicado da concessionária, um dos avanços do COI está no sistema unificado de atendimento e monitoramento, que permite avaliação em tempo real da rede elétrica que corta o estado, projetada em vídeo wall de 14x2 m² e por mais 28 monitores de 55’ polegadas.

Para apoio no monitoramento, a companhia modernizou seu modelo de atuação em campo, que conta com uma nova divisão territorial, a partir de localidades. São 45 unidades territoriais de distribuição, que contemplam 415 municípios na área de concessão da empresa.  A gestão de demanda no novo centro é feita por uma tecnologia própria batizada de Tableau.

O novo sistema de controle da demanda garante a avaliação contínua das ocorrências com relação à capacidade de atendimento dos controladores. Segundo a Coelba, isso permite melhor distribuição dos técnicos por regiões de atendimento. Há mais de 2100 profissionais atuando em três escalas, em serviços de campo e administrativo.



Mais Notícias EM



Brasil agrega 7,5 GW de energia nova em 2021

Marca é a segunda maior na série histórica medida pela Aneel a partir de 1997

14/01/2022


Plataforma eletrônica avalia eficiência de edificações

Disponível de forma gratuita na internet, o sistema DEO foi criado em parceria do Procel com o CBCS

17/01/2022


SP quer financiar pesquisas que aproveitam energia dos resíduos

Edital publicado pela Fapesp e pelo governo estadual mira soluções para resíduos urbanos e agroindustriais

14/01/2022