A Aneel abriu no dia 26 de novembro a Consulta Pública nº 071/2021 para receber sugestões sobre o edital do Leilão de Transmissão nº 1/2022, marcado para 30 de junho de 2022 na sede da B3, em São Paulo. O documento em análise trata da licitação de 13 lotes para a construção e a manutenção de 4545 quilômetros de linhas de transmissão e de 5410 MVA em capacidade de transformação de subestações, com expectativa de investimento de R$ 9,5 bilhões.

Considerado o segundo maior desde 2018, atrás apenas do Leilão 2/2018, cujo investimento previsto foi de R$ 14 bilhões, o certame envolve empreendimentos com prazo de conclusão de 42 a 60 meses e contemplarão os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

Dos R$ 9,5 bilhões de investimentos, R$ 7,3 bilhões se concentrarão em Minas Gerais (lotes 1 a 3), para escoamento da energia gerada por fontes renováveis. Os lotes 9 a 12, com investimento previsto de R$ 1,4 bilhão, são relativos a empreendimentos que já estiveram em licitação e para os quais a Aneel recomendou a caducidade dos contratos, restando pendente a efetivação da caducidade pelo MME. É esperada a geração de 22.350 empregos diretos durante o período de construção dos empreendimentos.



Mais Notícias EM



Brasil agrega 7,5 GW de energia nova em 2021

Marca é a segunda maior na série histórica medida pela Aneel a partir de 1997

14/01/2022


Neoenergia Coelba inaugura novo centro de operações

Sob investimento de R$ 6 milhões, central conta com sistema unificado de atendimento e monitoramento

17/01/2022


Plataforma eletrônica avalia eficiência de edificações

Disponível de forma gratuita na internet, o sistema DEO foi criado em parceria do Procel com o CBCS

17/01/2022