As empresas Air Liquide, Total Energies e Vinci Concessions se uniram para patrocinar a criação do maior fundo do mundo dedicado a soluções de infraestrutura de hidrogênio verde (H2V), produzido a partir de energia renovável. O fundo pretende atingir 1,5 bilhão de euros e já garantiu compromissos iniciais de 800 milhões de euros. O objetivo é acelerar o crescimento do ecossistema do H2V, investindo em grandes projetos estratégicos e alavancando a aliança de players industriais e financeiros. 

O fundo investirá em toda a cadeia de valor do hidrogênio renovável e de baixo carbono, nas regiões mais promissoras das Américas, Ásia e Europa, e contará com a participação de mais empresas. As três engajadas recentemente servem como patrocinadores-âncora e cada uma se comprometeu a investir 100 milhões de euros.  O fundo será administrado pela Hy24, uma nova joint venture 50/50 entre a Ardian, uma casa de investimento privada líder mundial, e a FiveT Hydrogen, uma plataforma de investimento que promove o H2V. A Air Liquide é uma das maiores produtoras de gases industriais do mundo, entre eles o hidrogênio.

A ideia com o fundo, segundo comunicado conjunto das empresas, é desbloquear projetos de grande escala em desenvolvimento e acelerar a expansão dos mercados. Com o anunciado apoio de políticas públicas e alguma utilização de financiamento de dívida, o fundo deverá promover projetos de hidrogênio com um valor total de cerca de 15 bilhões de euros. 



Mais Notícias EM



Acciona compra projetos eólicos no Brasil

Grupo espanhol vai investir R$ 5 bilhões em dois parques na Bahia

03/12/2021


Aneel aprova regulamentação de usinas híbridas

Normativa vai permitir complementaridade das fontes com uso de mesmo contrato de uso do sistema de transmissão

03/12/2021


Carga de energia deve crescer 3,4% ao ano até 2026

Projeção conta com ambiente de estabilidade econômica depois de 2022

03/12/2021