A Enel Brasil lançou chamada pública de projetos (CPP 2021) de eficiência energética para clientes da concessionária. Serão disponibilizados R$ 29 milhões, sendo R$ 8,75 milhões para iniciativas de iluminação pública e R$ 20,25 milhões para projetos de outras tipologias. As inscrições dos projetos podem ser feitas até o dia 17 de novembro de 2021.

Poderão participar da CPP 2021 clientes das classes comercial, industrial, residencial, poder público, serviço público e iluminação pública. Os projetos devem seguir os seguintes temas: troca de equipamentos por modelos mais eficientes, modernização de sistemas motrizes, instalação de aquecedores solares e sistemas fotovoltaicos, modernização de sistemas de iluminação e refrigeração.

 Nesta terça-feira, 31 de agosto, às 10h, a Enel vai realizar o workshop on-line da chamada, para divulgar os investimentos realizados pela empresa anualmente, além de apresentar alguns projetos já contemplados em edições anteriores e valores disponibilizados por estado, legislação, cronograma, processo de contratação, entre outros temas. Durante o workshop, os participantes poderão esclarecer eventuais dúvidas.  O link para o evento será disponibilizado aos interessados dentro da página da CPP da distribuidora.

Financiada com recursos do PEE-Aneel, a chamada terá seu edital disponível para consulta dos consumidores interessados no site da CPP (https://enel.chamadapublica.com.br/), que tem um link direcionando para cada uma das quatro concessionárias da Enel no Brasil.



Mais Notícias EM



Webinar EM debaterá aterramento IT na indústria

Foco do evento será a discussão sobre segurança e confiabilidade

01/07/2022


ABB inaugura fábrica de carregadores rápidos na Itália

Unidade na Toscana tem capacidade para produzir um carregador para carros elétricos a cada 20 minutos.

01/07/2022


Eletrotec EM-Power terá minicursos de instalações BT/MT e solares

Usinas fotovoltaicas, aterramento e carregadores de veículos elétricos são alguns dos temas. Evento em São Paulo terá também conferência sobre evolução normativa na área elétrica.

01/07/2022