A Siemens Energy e a Air Liquide, produtora de gases industriais, assinaram memorando de entendimento para desenvolver a aplicação da tecnologia de eletrólise PEM (Proton Exchange Membrane), dominada pela Siemens, em grandes projetos de geração de hidrogênio em escala industrial. O objetivo é fundamentar as bases para a fabricação em massa de eletrolisadores na Europa, especialmente na Alemanha e França, além de desenvolver atividades de P&D mirando tecnologias de eletrolisador de próxima geração.

A iniciativa visa atender a demanda explosiva prevista para o uso de hidrogênio verde em todo o mundo, feito com energia renovável e com a tecnologia de eletrólise da água. Em relação à sua participação, a Siemens Energy e a Air Liquide irão candidatar-se conjuntamente a grandes projetos de financiamento no âmbito do Green Deal (Acordo Verde) da União Europeia e do programa Projetos Importantes de Interesse Europeu Comum (IPCEI), financiado pelos governos da França e Alemanha, para o hidrogênio.

Com a parceria, a Siemens Energy e a Air Liquide pretendem fortalecer suas competências básicas e iniciar um ecossistema europeu para tecnologia de eletrólise de hidrogênio em conjunto com outros parceiros, onde já foram identificadas oportunidades de cooperação para projetos de hidrogênio sustentável em grande escala na França, Alemanha e outros países europeus. Uma delas é o projeto Air Liquide-H2V Normandy na França, com capacidade de 200 MW.
 



Mais Notícias EM



Consumo de energia aumentou em março

Mesmo com agravamento da pandemia e maior distanciamento social, consumo foi 5,5% maior do que março do ano passado.

16/04/2021


Enel adota aplicativo para pagamento de conta de luz em SP

Distribuidora fechou parceria com a PicPay e concede créditos para primeiros consumidores que adotarem o pagamento digital.

16/04/2021


2W Energia capta recursos para erguer eólica

Financiamento da gestora Darby será para o complexo Anemus, no Rio Grande do Norte.

16/04/2021