A Enel Distribuição São Paulo iniciou projeto piloto para instalar 300 mil medidores inteligentes em sua área de concessão. Iniciativa realizada no âmbito do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da Aneel, na primeira fase do projeto 150 mil medidores inteligentes serão instalados em residências e em pequenas indústrias e estabelecimentos comerciais nos bairros de Pirituba e Perus, na região noroeste da capital paulista.

Os dispositivos integram uma plataforma digital inteligente, desenvolvida pela Enel, que permitirá aos consumidores monitorar e otimizar seu consumo de energia e possibilitará que a distribuidora execute atividades remotamente e ofereça novos serviços. Os medidores são fabricados em unidades nos municípios de Sorocaba e em Vargem Grande Paulista, usando tecnologia comprovada da área global de infraestrutura e redes da Enel. Para a empresa, a digitalização tem o mérito de empoderar os clientes, dando-lhes controle ativo sobre o consumo de energia, mas também deve aumentar a eficiência e a resiliência da rede. 

A instalação será parcialmente financiada pelo programa de P&D da Aneel, com R$ 121 milhões, sendo que os investimentos adicionais serão custeados pela concessionária. A Enel espera concluir a primeira fase do projeto até setembro de 2021. A substituição do medidor não será cobrada dos clientes e será apoiada por uma campanha de informações abrangente.

Segundo a concessionária, os medidores inteligentes têm tecnologia de comunicação embutida, permitindo a leitura remota dos dados de consumo. Os clientes terão mais facilidade de acesso aos dados de consumo de energia e não precisarão mais depender apenas da conta de luz, como ocorre hoje com os medidores tradicionais, amplamente utilizados em todo o País. Assim que o sistema de medição inteligente e a nova função do aplicativo estiverem operacionais, os clientes poderão monitorar seu consumo diário por meio do aplicativo móvel. O aplicativo (Enel São Paulo) também incluirá outras funcionalidades, como a ativação de alertas de níveis de consumo e notificação de alterações na incidência de ICMS.



Mais Notícias EM



Consumo de energia aumentou em março

Mesmo com agravamento da pandemia e maior distanciamento social, consumo foi 5,5% maior do que março do ano passado.

16/04/2021


Enel adota aplicativo para pagamento de conta de luz em SP

Distribuidora fechou parceria com a PicPay e concede créditos para primeiros consumidores que adotarem o pagamento digital.

16/04/2021


2W Energia capta recursos para erguer eólica

Financiamento da gestora Darby será para o complexo Anemus, no Rio Grande do Norte.

16/04/2021