Depois de implantar vários projetos de eficiência em uma de suas principais unidades produtivas, em Camaçari (BA), a  petroquímica Braskem conseguiu, em um ano, reduzir seu consumo em 833 GWh, volume equivalente ao consumo anual de energia elétrica de todo o estado de Roraima, com quase 600 mil habitantes. A façanha também equivale a uma diminuição de 247 mil toneladas de COno período.

Ao todo foram mais de dez iniciativas na unidade de Camaçari, com ganhos que representam 5,5% do total de energia consumida pela fábrica. Com a experiência, a ideia é replicar as iniciativas em outras unidades da companhia, nos estados de São Paulo (Grande ABC, Cubatão e Paulínia), Rio Grande do Sul (Triunfo), Rio de Janeiro (Duque de Caxias) e Alagoas (Maceió).

Entre os projetos, o destaque fica com o projeto ProMV, que por meio de modelos matemáticos, estatísticos e simulação em tempo real otimizou o consumo energético da operação dos fornos de pirólise, equipamentos chaves na operação das centrais petroquímicas, e principais responsáveis pela demanda de energia.

Outra iniciativa foi a eletrificação de equipamentos, com a substituição do acionamento de equipamentos turbinados, como bombas e compressores, por motores elétricos de maior eficiência. Os demais projetos estão ligados à modernização tecnológica de equipamentos nas linhas de produção, realizada principalmente durante as manutenções planejadas.

 



Mais Notícias EM



Consumo de energia aumentou em março

Mesmo com agravamento da pandemia e maior distanciamento social, consumo foi 5,5% maior do que março do ano passado.

16/04/2021


Enel adota aplicativo para pagamento de conta de luz em SP

Distribuidora fechou parceria com a PicPay e concede créditos para primeiros consumidores que adotarem o pagamento digital.

16/04/2021


2W Energia capta recursos para erguer eólica

Financiamento da gestora Darby será para o complexo Anemus, no Rio Grande do Norte.

16/04/2021