A EDP Brasil reduziu em 95% as invasões a subestações, onde ocorrem furtos de cabeamento, por meio da implantação de um sistema de segurança que combina câmeras, radares e alto-falantes IP da Axis Communications. Além de evitar o risco de vida para os criminosos, a medida evita interrupção do fornecimento de energia e a queda na avaliação da distribuidora junto à Aneel.

O sistema funciona de forma inteligente. Quando os radares detectam uma aproximação indevida, aparece mensagem na central de monitoramento e uma câmera é direcionada automaticamente para o local do incidente. Em seguida, o alto falante IP é acionado para emitir uma mensagem clara ao infrator que, na maioria dos casos, é suficiente para evitar a invasão.

Segundo a EDP, caso o invasor prossiga na tentativa de roubo e ultrapasse o limite, uma nova mensagem emitida pelo alto-falante informa que as autoridades foram acionadas. Caso necessário, o operador também pode utilizar o microfone de mesa para falar ao vivo com o criminoso.

O projeto foi executado pelas empresas M3 Tecnologia e SS Brasil e sua implantação também reduziu despesas operacionais relacionadas ao sistema de controle de acesso. Isso porque foi instalada gestão remota de acessos, através dos chamados videoporteiros. Além de reduzir o número de funcionários, o monitoramento melhorou por conta das imagens geradas, com grande alcance e ângulos diversos.



Mais Notícias EM



Consumo de energia aumentou em março

Mesmo com agravamento da pandemia e maior distanciamento social, consumo foi 5,5% maior do que março do ano passado.

16/04/2021


Enel adota aplicativo para pagamento de conta de luz em SP

Distribuidora fechou parceria com a PicPay e concede créditos para primeiros consumidores que adotarem o pagamento digital.

16/04/2021


2W Energia capta recursos para erguer eólica

Financiamento da gestora Darby será para o complexo Anemus, no Rio Grande do Norte.

16/04/2021