Em parceria que envolveu a EDP e as montadoras Audi, Porsche e Volkswagen, foi inaugurado em Caraguatatuba, no litoral norte paulista, o primeiro eletroposto de carga ultrarrápido público do Brasil. Parte do projeto Plug&Go, aprovado na chamada pública da Aneel para mobilidade elétrica eficiente, trata-se do primeiro a ser instalado de um cronograma para este ano de mais dez novos postos, que serão implementados nas rodovias Régis Bittencourt, Fernão Dias, Bandeirantes e via Anhanguera, em São Paulo.

Com investimento total de R$32,9 milhões, e previsão de instalação de 30 novas estações em três anos, cobrindo todo o estado de São Paulo, o projeto vai se conectar com eletropostos de outras iniciativas, formando um corredor com mais de 2500 quilômetros de extensão, interligando São Paulo, Rio de Janeiro, Vitória, Curitiba e Florianópolis. Segundo as empresas, trata-se do maior projeto da América do Sul de instalação de carregadores ultrarrápidos (150 kW e 350 kW).

As empresas ABB, Electric Mobility Brasil e Siemens são as fornecedoras das soluções de carregamento. Os carregadores utilizados no primeiro posto de recarga são o HV160 de recarga ultrarrápida (150kW) em corrente contínua (DC) e um PC22 de recarga semirrápida (22kW) em corrente alternada (AC), da Electric Mobility, com capacidade para abastecer três veículos elétricos simultaneamente nos dois carregadores.

Com tempo médio de recarga de aproximadamente 15 minutos para 100 km de autonomia no carregador ultrarrápido, serão instalados em todos os postos 29 carregadores de 150 kW (DC) e um carregador de 350 kW (DC) e mais 30 equipamentos de 22 kW (AC). Assim, cada posto de recarga terá uma estação ultrarrápida e uma semirrápida. Os tipos de plugues dos eletropostos atendem à maioria dos modelos de veículos com recarga plug-in disponíveis no mercado brasileiro.

Para recarregar os veículos elétricos na rede, os usuários precisam primeiro efetuar um cadastro no site da EDP Smart (www.edpsmart.com.br) e solicitar um cartão de mobilidade elétrica (EDP EV.Card) disponível para proprietários de veículos elétricos. Após a solicitação, o cliente recebe o cartão de forma gratuita no endereço indicado em até 20 dias corridos. Com ele, o usuário consegue liberar os conectores para abastecer seu veículo híbrido plug-in ou elétrico.



Mais Notícias EM



Consumo de energia aumentou em março

Mesmo com agravamento da pandemia e maior distanciamento social, consumo foi 5,5% maior do que março do ano passado.

16/04/2021


Enel adota aplicativo para pagamento de conta de luz em SP

Distribuidora fechou parceria com a PicPay e concede créditos para primeiros consumidores que adotarem o pagamento digital.

16/04/2021


2W Energia capta recursos para erguer eólica

Financiamento da gestora Darby será para o complexo Anemus, no Rio Grande do Norte.

16/04/2021