A Scala Data Centers, plataforma de data centers hiperescaláveis fundada pela Digital Colony, anunciou o início das obras de seu terceiro data center em São Paulo. O local, que já recebeu a certificação ANSI/TIA 942-B rated 3, é adjacente a uma unidade existente da Scala e facilitará o crescimento dos atuais clientes da empresa. Com esse novo prédio, juntamente com a expansão em andamento das unidades existentes, a Scala alcançará uma capacidade instalada superior a 50 MW.

Denominado SP3 e com inauguração prevista para janeiro de 2021, o novo data center contará com 13 MW de capacidade total. “Estamos implantando equipamentos com a tecnologia mais recente para garantir alto nível de desempenho e, acima de tudo, eficiência energética superior para reduzir o custo total das operações para nossos clientes. Essa instalação excederá os padrões de hoje dos modernos data centers", acrescenta Eugênio Cruz, diretor de engenharia e operações da Scala.

"O Brasil é um dos mercados que mais crescem no consumo de conteúdo digital, impulsionado pelo aumento no uso de dispositivos móveis, pela adoção de tecnologias em nuvem e pelo crescimento da IoT – Internet das Coisas", diz Marcos Peigo, CEO da Scala. "A Scala está comprometida em expandir sua presença e apoiar os clientes, oferecendo serviços de qualidade excepcional em data centers de classe mundial, combinando flexibilidade e velocidade, trazendo mais competitividade no mercado", finaliza o executivo.



Mais Notícias RTI



Webinar RTI discutirá a revisão da norma de cabeamento estruturado

Live transmitida pelo YouTube será mediada por Paulo Marin, coordenador da Comissão de Estudo de Cabeamento de Telecomunicações.

02/06/2020


Revisão da NR 10: webinar apresentará as principais mudanças previstas na norma

Serviços em instalações de telecomunicações demandam o conhecimento da NR 10 para garantir a segurança dos trabalhadores.

02/06/2020


Provedores de Internet do Nordeste confirmam crescimento para 2020

Webinar RTI realizado no dia 26 de maio mostrou que as empresas estão otimistas com o aumento de demanda por banda larga. As metas de crescimento são de até 50% neste ano.

01/06/2020