A startup Nextron Energia, depois de conseguir captação de R$ 11,5 milhões em operação financeira de venture capital, iniciou a oferta de serviço digital para conectar consumidores com geradores de energia renovável por meio de assinaturas para geração distribuída. A empresa batiza o serviço de “uberização” de energia verde, já que as assinaturas são feitas por intermédio de aplicativo ou pelo site da empresa de forma simplificada.

"A Nextron chega para ‘uberizar’ a energia, conectando de forma dinâmica o consumidor de energia residencial e comercial a um projeto de energia renovável da sua região através de uma assinatura que pode reduzir a conta de luz em até 20% sem a necessidade de instalar módulos solares no telhado”, diz um dos sócios da startup, Ivo O. Pitanguy.

No lançamento do serviço, a empresa conta com o fornecimento de duas usinas solares fotovoltaicas, uma no Mato Grosso do Sul e outra no Rio de Janeiro. A expectativa é até o fim do ano ter oferta de 200 MW, o que seria suficiente para suprir a demanda de cerca de 36 mil clientes com conta de energia média de R$ 1 mil por mês.

Com o modelo de contratação de GD, a ideia da Nextron é fomentar também a construção de mais usinas solares no País. “Os investidores têm apetite para construir fazendas solares, mas não encontram uma solução eficiente que os permitam capturar a melhor rentabilidade, e de outro lado há os consumidores de energia que não sabem que existe uma alternativa simples para economizar na conta de luz," afirma Pitanguy.

A captação que viabilizou a operação da Nextron foi liderada pelo Valor Capital Group e teve participação da Barn Investimentos, fundo de venture capital com foco em greentechs (startups de tecnologias verdes). A captação teve participação ainda de vários outros investidores com foco em energia. O investimento será destinado à contratação de pessoas, especialmente nas áreas de tecnologia e novos negócios, em produto, marketing e em operação comercial.



Mais Notícias FOTOVOLT



Eletrotec EM-Power terá minicursos de instalações BT/MT e solares

Usinas fotovoltaicas, aterramento e carregadores de veículos elétricos são alguns dos temas. Evento em São Paulo terá também conferência sobre evolução normativa na área elétrica.

30/06/2022


Solares e eólicas vão acrescentar 5,9 GW até 2026

Serão 241 novas usinas, sendo 192 parques eólicos e 49 UFVs, todas elas contratadas nos últimos leilões de energia nova.

30/06/2022


Voltalia vai erguer cluster solar fotovoltaico em Minas Gerais

Com 1,5 GW, na região de Arinos, cluster atenderá projetos próprios da Voltalia e empreendimentos negociados com outros geradores.

30/06/2022