O Tecpar - Instituto de Tecnologia do Paraná migrou para o mercado livre de energia a partir de 1º de julho, tornando-se a primeira empresa estatal paranaense a optar pelo Ambiente de Contratação Livre (ACL).

A opção foi pela modalidade de consumidor varejista, no qual todas as representações e obrigações junto à Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) ficam a cargo do comercializador varejista. Isso facilita a migração e operacionalidade da compra de energia no ACL, pois dispensa a necessidade de associação do consumidor à CCEE, com simplificação do processo e diminuição da burocracia.

No primeiro mês do contrato, o Tecpar registrou economia de R$ 27 mil com a conta de energia, em comparação ao que gastaria no mercado cativo. A migração envolverá três unidades, sendo a maior delas a do bairro Cidade Industrial, em Curitiba. A economia registrada, aliás, se refere apenas a essa unidade. As outras duas unidades, do bairro curitibano de Juvevê e a da cidade de Araucária, completarão a migração nos próximos meses.

A comercializadora varejista responsável é a Copel Mercado Livre, uma das primeiras a obter a autorização para atuar nessa nova modalidade. Segundo o diretor geral da comercializadora, Franklin Miguel, a economia estimada para o Tecpar em 2020 será em torno de 10%.

O Tecpar atua em pesquisa e desenvolvimento de soluções tecnológicas para os setores público e privado e é uma empresa do governo do Paraná.



Mais Notícias EM



Consumo de energia aumentou em março

Mesmo com agravamento da pandemia e maior distanciamento social, consumo foi 5,5% maior do que março do ano passado.

16/04/2021


Enel adota aplicativo para pagamento de conta de luz em SP

Distribuidora fechou parceria com a PicPay e concede créditos para primeiros consumidores que adotarem o pagamento digital.

16/04/2021


2W Energia capta recursos para erguer eólica

Financiamento da gestora Darby será para o complexo Anemus, no Rio Grande do Norte.

16/04/2021