A fonte eólica atingiu a marca de 20,1 GW de capacidade instalada, em 751 parques eólicos e mais de 8800 aerogeradores, com a entrada de quatro novos parques no dia 20 de novembro, que totalizaram a liberação para operação comercial pela Aneel de mais 45,9 MW de potência instalada. Além disso, há mais 965,89 MW de parque com operação de testes, com previsão de entrada nas próximas semanas.

Com a marca, a fonte eólica se consolida na terceira fonte mais importante do País, atrás da hídrica e das térmicas (biomassa, gás e óleo), com 11% da matriz elétrica nacional. Até 2026, a fonte promete crescer ainda mais, por conta dos investimentos previstos, chegando a 32,23 GW. Há mais de 12 GW de novas eólicas outorgadas pela Aneel, em 353 empreendimentos, sendo 170 deles já em construção.

Os novos parques que entraram em operação em novembro, responsáveis pela ultrapassagem da marca de 20 GW, são todos do Nordeste, região que concentra 90% da capacidade instalada eólica do País. São eles os parques Ventos de Arapuá 1, 2 e 3 (Paraíba), Chafariz 4 (Paraíba), Filgueira II (Rio Grande do Norte) e Ventos de Santa Martina 11 (Rio Grande do Norte).

Em 2020, a fonte gerou 57 TWh, sendo responsável por 10% da energia injetada no SIN - Sistema Interligado Nacional, 1,9% acima da geração de 2019. Isso significa o atendimento a 28,8 milhões de residências, para 86,4 milhões de habitantes. Para se ter uma ideia da importância da fonte, no dia 6 de agosto de 2021 os parques eólicos responderam por 104,4% da demanda de energia do subsistema Nordeste, com 11.680 MW médios.



Mais Notícias EM



Brasil agrega 7,5 GW de energia nova em 2021

Marca é a segunda maior na série histórica medida pela Aneel a partir de 1997

14/01/2022


Neoenergia Coelba inaugura novo centro de operações

Sob investimento de R$ 6 milhões, central conta com sistema unificado de atendimento e monitoramento

17/01/2022


Plataforma eletrônica avalia eficiência de edificações

Disponível de forma gratuita na internet, o sistema DEO foi criado em parceria do Procel com o CBCS

17/01/2022