A Engie foi autorizada pela Aneel para a operação comercial das três últimas das 11 centrais eólicas do Conjunto Eólico Campo Largo 2, localizado nos municípios de Umburanas e Sento Sé, na Bahia. Sob investimento de R$ 1,6 bilhão, o empreendimento tem no total 361,2 MW e faz a empresa ter 1,2 GW de capacidade instalada em energia eólica no Brasil, dos quais mais de 1 GW apenas na Bahia.

Em Campo largo, a empresa se beneficia de subestação, linha de transmissão, infraestrutura de canteiro e acessos internos existentes, o que possibilitou a aceleração da entrega do empreendimento. As obras do complexo foram iniciadas em julho de 2019 e os primeiros aerogeradores começaram a ser montados em julho de 2020, atividade realizada em paralelo à ampliação da subestação e implantação das redes de média tensão.

A entrada em operação comercial do primeiro parque aconteceu em fevereiro de 2021 e, em agosto, foram finalizadas as montagens dos 86 aerogeradores e o comissionamento de todas as máquinas. A empresa afirmou em comunicado para a imprensa que a logística para o transporte de equipamentos de grande porte e a pandemia de Covid-19 foram grandes desafios para a conclusão das obras, que envolveram 2200 postos de trabalho, chegando a contar com 1500 trabalhadores no pico de produção, em mais de 40 frentes de trabalho paralelas.



Mais Notícias EM



Fluke lança alicate amperímetro com iFlex que oferece medições rápidas e seguras em ambientes de 1.500 V CC

A garra fina do novo medidor, classificação de segurança CAT III 1.500 V e classificação IP54 para poeira e água, tornam o Fluke 393 FC CAT III 1.500 V True-RMS ideal para instalação e solução de problemas em ambientes solares

24/09/2021


Eletrotec terá minicursos de alto nível técnico – o primeiro é “Aterramento e equipotencialização”

Com o objetivo de atualizar conhecimentos em importantes áreas das instalações elétricas, evento terá quatro minicursos, além de painéis que fornecerão um panorama sobre as revisões de diversas normas de instalações, SPDA e geradores solares.

24/09/2021


Programa de redução voluntária tem 442 MW de ofertas aceitas

Volume foi programado para setembro, com ofertas de redução de vários setores industriais

24/09/2021