A Aneel começou a divulgar no dia 2 de setembro uma campanha para prevenções de incêndio em áreas próximas a linhas de transmissão. A iniciativa de comunicação será difundida em setembro e outubro e visa conscientizar a população para a tomada de atitude no caso de encontrar fogo em áreas que venham a ameaçar torres e cabos de transmissão.

Na época de seca, de maio a outubro, os incêndios estão entre as principais causas de desligamento forçado no sistema de transmissão de energia elétrica, que hoje conta com mais de 165 mil quilômetros de linhas e de 406 mil MVA em capacidade de transformação. Com a crise hídrica, a agência considerou a ação ainda mais oportuna, já que o sistema interligado está cumprindo o papel de escoamento de mais excedentes de energia produzida no Norte e Nordeste para as áreas mais afetadas pela baixa dos reservatórios, o Centro-Oeste e o Sudeste.

Receberão enfoque especial da campanha localidades percorridas pelo “linhão” Xingu-Estreito, conjunto de linhas em grande parte responsável pelos carregamentos de energia elétrica gerada nas regiões Norte e Nordeste e transportada até o Centro-Sul do País. Essa área, apesar de não apresentar incidência acentuada de incêndios, tem muita importância na transmissão de energia, daí a atenção especial.

Com o mote “É incêndio? Ligue para 193!”, a ação de comunicação cobrirá todo o território nacional. Os materiais orientativos estão disponíveis para divulgação voluntária em www.aneel.gov.br/campanha-incendios-2021.



Mais Notícias EM



Acciona compra projetos eólicos no Brasil

Grupo espanhol vai investir R$ 5 bilhões em dois parques na Bahia

03/12/2021


Aneel aprova regulamentação de usinas híbridas

Normativa vai permitir complementaridade das fontes com uso de mesmo contrato de uso do sistema de transmissão

03/12/2021


Carga de energia deve crescer 3,4% ao ano até 2026

Projeção conta com ambiente de estabilidade econômica depois de 2022

03/12/2021