A Siemens começou a operar na Alemanha uma plataforma de comercialização de eletricidade utilizando a tecnologia blockchain. A solução será utilizada na cidade de Wildpoldsried e, segundo a empresa, o principal diferencial da solução é os geradores privados de energia poderem usar um aplicativo para comercializar sua energia diretamente aos consumidores locais sem precisar passar por comercializadores ou operadoras de rede. 

A iniciativa é parte de projeto chamado Pebbles e, além da Siemens, envolve também a concessionária de energia regional Allgäuer Überlandwerk (AÜW). A nova plataforma visa criar o primeiro mercado local para comercialização de eletricidade otimizada com base em blockchain. A solução suporta energia flexível de armazenamento de bateria ou cargas controláveis, como bombas de calor ou estações de carregamento para veículos elétricos.

Segundo a Siemens, a plataforma permite a consumidores e clientes definirem preferências de compra, como a porcentagem e o preço da eletricidade dos sistemas locais fotovoltaicos e eólicos. Além disso, com financiamento do Ministério Federal Alemão de Economia e Energia, o objetivo é demonstrar quais gargalos na rede podem ser evitados por meio de energia local e comércio de flexibilidade, reduzindo os custos associados à transição energética.

Segundo a CEO de digital grid da Siemens Smart Infrastructure, Sabine Erlinghagen, a plataforma digital pretende conectar produtores, consumidores e instalações de armazenamento para otimizar a comercialização de energia localmente. Para ela, isso permite que os sistemas de geração de energia a partir de fontes renováveis de energia permaneçam atraentes depois que os subsídios do governo acabam, o  que por sinal está prestes a acontecer no Brasil com a MP 998.



Mais Notícias EM



Consumo de energia aumentou em março

Mesmo com agravamento da pandemia e maior distanciamento social, consumo foi 5,5% maior do que março do ano passado.

16/04/2021


Enel adota aplicativo para pagamento de conta de luz em SP

Distribuidora fechou parceria com a PicPay e concede créditos para primeiros consumidores que adotarem o pagamento digital.

16/04/2021


2W Energia capta recursos para erguer eólica

Financiamento da gestora Darby será para o complexo Anemus, no Rio Grande do Norte.

16/04/2021