A AbraCloud - Associação Brasileira de Infraestrutura e Serviços Cloud iniciou uma operação de apoio à recuperação do Rio Grande do Sul, com o objetivo de ajudar a população do estado em suas necessidades básicas e as empresas que precisam de computação para manter sua operação ou retomar as suas atividades paralisadas pela catástrofe. Os servidores e data centers locais foram inundados, exceto alguns poucos, afetando a operação das empresas que necessitam deste tipo de recurso para manter as atividades.

Participam desta operação mais de 30 empresas associadas de todo o país, inclusive do Rio Grande do Sul, envolvidas em diversas campanhas humanitárias, presencialmente ou à distância, incluindo doações de acordo com a situação local e capacidade de cada empresa e de seus colaboradores.

Fornecedoras de serviços de nuvem, as participantes estão doando as suas capacidades operacional e tecnológica para as empresas locais com os seguintes serviços, de acordo com a capacidade de cada associada, como:

- Capacidade computacional (processamento, armazenamento, transmissão de dados).

- Licenças buscaremos com fabricantes apoio e isenção temporária.

- Serviços técnicos de migração e instalação.

- Energia elétrica e espaço de data center.

- Serviços de colocation, servidor dedicado, servidor cloud, computação em nuvem, hospedagem de sites, hospedagem de e-mails, serviços gerenciados, rede, firewall, backup e virtualização.

As associadas envolvidas nessa operação de resgate, são: Adentro, Ascenty, ⁠AMT Cloud, Binário Cloud, Brasil Cloud, Central Server, CL9 Tecnologias, EVEO, Flagee Cloud, Hostnet, Hosting Now, ⁠HostDime, HostMidia, i7 Host, IPHotel, Kangaroo Host, KingHost, Locaweb, MMHospedagem, Metaweb, Primus, Saphir Cloud, Servla, Silicom, Surfix, SDC Technology, UOL Host, uni.cloud, Under, 3XData e Webplus.

O presidente da AbraCloud, Roberto Bertó, comentou que a associação está ajudando, como os demais cidadãos, em campanha de arrecadação, “mas também pela nossa força tecnológica, temos capacidade de ajudar para restabelecer a TI das empresas afetadas, pois hoje em dia a dependência de tecnologia é vital para que a atividade econômica volte a funcionar. Com isso estamos ajudando a migrar temporariamente e recuperar as aplicações que estão indisponíveis no Rio Grande do Sul, por causa de inundações ou falta de energia, para data centers operacionais localizados em outras regiões do país”.

Os serviços que serão oferecidos e o tempo que vai durar esta operação estão detalhados no formulário na página da entidade:

https://abracloud.com.br/associados-se-unem-em-operacao-de-apoio-ao-rio-grande-do-sul/.

É necessário preencher o formulário para fazer a solicitação de serviços.



Mais Notícias RTI



Encontro Nacional Abrint chega à 15ª edição

Evento acontece entre os dias 12 e 14 de junho em São Paulo.

27/05/2024


Reivindicações das associações de provedores na audiência com o Ministro Juscelino Filho

Entidades reinvidicam apoio à reconstrução das redes afetadas pelas cheias.

27/05/2024


Reconstrução de redes de fibra óptica no RS pode levar de seis meses a um ano, preveem especialistas

Em muitos casos, pode ser necessária a reestruturação da infraestrutura de rede desde o início.

27/05/2024