A Vertiv, provedora global de soluções de infraestrutura crítica e continuidade, anunciou uma aliança com a Modular Data Centers, empresa especializada no desenvolvimento e fabricação de data centers modulares com sede no Brasil. Nesta parceria, a Vertiv contribui com soluções de gerenciamento térmico e de energia para infraestrutura crítica, enquanto a Modular entra com sua expertise em projeto, fabricação e integração de data centers pré-fabricados modulares (PFM). Esta aliança já está em vigor no Brasil, no México, no Chile, na Colômbia e no Peru. Os data centers PFM desenvolvidos pela Vertiv e a Modular têm capacidade entre 0,6 e 1,2 kW.

Dependendo da configuração, podem ser implementados no cliente em períodos a partir de 30 a 120 dias. Os data centers tradicionais, construídos em alvenaria, levam entre 18 meses e dois anos para estarem prontos e operando.

Os  data centers da Modular são produzidos em plantas em Cotia e Santana do Parnaíba, SP — esta unidade estará em operação a partir de julho de 2023 e contará com o dobro da capacidade produtiva da planta de Cotia. Todos os data centers da Modular passam por análises técnicas da entidade certificadora EPI, saindo de fábrica com o selo TIA 942 Rated 3, o padrão global para data centers modulares.

Para Rafael Garrido (foto), vice-presidente da Vertiv América Latina, a aliança com a Modular vem ao encontro dos maiores desafios da região em relação ao projeto e à implementação da infraestrutura crítica essencial para a disseminação da rede 5G e de suas novas aplicações. “O 5G depende da infraestrutura de edge computing para se tornar real. Neste contexto, milhares de novos data centers terão de ser projetados, construídos, testados e implementados em tempo recorde. Cada um desses centros precisará oferecer a mesma resiliência que o mercado espera encontrar em data centers tradicionais. A abordagem da Modular de Fast Deployment de data centers modulares enfrenta este desafio com escala, inovação e alinhamento às melhores práticas. A Modular e a Vertiv juntas estão transformando a infraestrutura digital da América Latina”.

Na visão de André Loureiro, diretor de desenvolvimento de negócios da Modular, outro destaque desta parceria é o foco no data center alinhado ao modelo ESG (Governança Ambiental, Social e Corporativa). “O data center Modular tem um design tecnicamente avançado que oferece consumo de energia reduzido e PUEs agressivas, o que contribui para uma baixa pegada de carbono. Essa visão é compartilhada com a Vertiv, que desenvolve soluções que otimizam o consumo de energia em data centers. A ampla variedade de ofertas flexíveis da Vertiv suporta a nossa criatividade em projetos, nos habilitando a projetar data centers eficientes em diversos tamanhos e capacidades”.

Um dos destaques da oferta Modular/Vertiv é a redução do custo total de propriedade (TCO) – estudos da Modular estimam que o custo em longo prazo do data center modular é até 30% menor do que um tradicional, em alvenaria. O fato do projeto ser ESG contribui para a redução dos gastos com energia. A infraestrutura PFM é projetada para eficiência operacional, reduzindo os custos em comparação com os modelos tradicionais de data center. O design do PFM modular permite que o cliente compre a infraestrutura crítica que precisar, quando precisar. Nos data centers com construção tradicional, o projeto considera o nível mais alto esperado de demanda futura e não a demanda atual. O data center modular permite aos usuários comprar apenas o que precisam agora, e seguir adiante de uma forma escalável.



Mais Notícias RTI



Retração do mercado de FTTH e importações chinesas impactam resultado da Furukawa

Exportações, cabeamento e data centers estão entre os segmentos de maior potencial de crescimento.

21/05/2024


Corning fecha fábrica no Rio de Janeiro

Escritório de vendas continua em São Paulo.

20/05/2024


Youcast anuncia novidades no portfólio e expansão de CDN

Empresa completa 10 anos de operação em 2024.

20/05/2024