Apesar das incertezas na economia brasileira diante da pandemia do Covid-19, a Fibracem, fabricante nacional de racks, cabos e acessórios para redes ópticas, cabeamento e data centers, com sede em Pinhais, PR, está mantendo sua produção para suprir o mercado de telecomunicações e Internet, bem como os planos de inaugurar uma nova fábrica em Linhares, ES, ainda em 2020.

“Acreditamos na retomada dos negócios depois de passado este momento”, diz Eryck Ribeiro El-Jaick, COO - Chief Operating Officer da Fibracem. A estrutura no Espírito Santo terá a mesma capacidade de produção da matriz, que ocupa área total construída de 7500 m2 e emprega 300 pessoas. Os investimentos são de R$ 15 milhões. Segundo o executivo, o objetivo é ter mais opções de fornecedores, além da proximidade com as regiões Norte e Nordeste.

O planejamento da inauguração da fábrica segue, porém agora com novos cuidados. “Uma planta está sendo criada para atender todas as necessidades, e assim que as alterações estiverem completas iremos iniciar as atividades, mantendo as medidas aplicadas atualmente para prevenção à Covid-19. Não planejamos evento de inauguração para evitar aglomerações, mas assim que for seguro pretendemos apresentar a unidade para imprensa e autoridades", diz Carina Bitencourt, CEO da Fibracem. Assim que for seguro, gestores e técnicos voltarão a viajar para a filial em busca de padronização de processos e coesão das equipes.

O decreto n.10.282/2020, assinado pelo presidente em março, estabeleceu quais serviços públicos são essenciais durante a quarentena e incluiu telecomunicações e Internet. Para manter a atuação da indústria, a Fibracem precisou mexer com a rotina de trabalho. Primeiro houve a conscientização sobre a doença por todos os canais de comunicação (intranet, por e-mails, WhatsApp, mural de recados, jornal interno) para que os colaboradores pudessem entender as medidas aplicadas nas fábricas e nos centros de distribuição em Jundiaí, SP, e Linhares. As primeiras medidas internas foram a medição de temperatura, disponibilização de álcool gel em vários pontos, orientações da "higiene das mãos" redobradas e solicitação para que evitem cumprimentos. Teve ainda redução de linhas em operação, equipes que receberam férias em escalas e funcionários do grupo de risco em licença remunerada para diminuir a quantidade de pessoas no mesmo ambiente.

Foi liberada ainda a atuação em home office para algumas atividades. Para quem continua na sede, o uso das máscaras é essencial e as reuniões têm um limite de pessoas, e só são realizadas se for de extrema necessidade. Parceiros e fornecedores estão impedidos de entrar na empresa, apenas em casos urgentes e extremos, e sob análise e prévia autorização. “Estamos utilizando esse período para realizar melhorias em processos que se tornavam difíceis na rotina agitada, revisando procedimentos, reestruturando equipes e desenvolvendo novos materiais para clientes que estão focando em canais digitais”, destaca a diretora executiva.

"O distanciamento social nos levou a tomar medidas internas antes nem imaginadas", afirma Carina. Ela conta ainda que a criatividade é exigida nos momentos em que antes havia aglomeração, especialmente no refeitório. Então agora seu tempo de uso foi ampliado, com horários definidos para diminuir a quantidade de pessoas. Até um novo layout com bancos em zigue-zague foi criado. A Fibracem criou ainda uma cartilha para os instaladores de Internet com as medidas preventivas indicadas pelo OMS, totalmente adaptada à realidade de trabalho deles, exemplificando situações do dia a dia, como entrar na casa do cliente, se deslocar no veículo com o parceiro de campo, ou mesmo o uso adequado do álcool e máscaras. Também os distribuidores foram convidados a aderir à campanha, aumentando o número de conscientização.

Fundada há quase 30 anos, a Fibracem conta com um portfólio de quase 500 itens desenvolvidos com tecnologia 100% própria, com destaque para os produtos para FTTH – Fiber To The Home. Os provedores de Internet representam cerca de 60% de sua receita. Em 2019, a marca liderou a pesquisa Marcas de Destaque realizada pela RTI junto aos provedores nas categorias caixas de emenda, caixas terminais ópticas e racks.



Mais Notícias RTI



Testes em instalações de cabeamento óptico

Projeto de norma brasileira está em fase final de desenvolvimento.

13/07/2020


Live discutirá gestão de vendas para provedores

Como enfrentar os desafios atuais e pós-Covid nas empresas.

13/07/2020


Vertiv: mercado de infraestrutura continua aquecido

Para empresa, é fundamental garantir a continuidade das operações dos clientes.

13/07/2020