O número de ciberataques não para de crescer, colocando muitas empresas em um cenário de vulnerabilidade. Segundo a Fortinet, apenas no primeiro trimestre deste ano, o Brasil sofreu mais de 3,2 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos. De todos os segmentos analisados, o campeão é o varejo, uma vez que, por padrão, são ambientes muito acessados.

Além disso, o aumento no número de meios de pagamento para que o varejo se torne mais inclusivo faz com que a complexidade dos processos de cibersegurança dessas empresas aumente, uma vez que a companhia deverá se preocupar com cada transação. Entretanto, o ponto positivo é que o setor financeiro é um dos mais robustos no que tange à segurança.

De acordo com Gustavo Henrique Duani, diretor de cibersegurança da Claranet, a análise de vulnerabilidade foi um dos serviços mais buscados no último ano e é o primeiro passo para a empresa que quer investir em cibersegurança. “Investigar quais são os pontos sensíveis de uma companhia é sempre o começo para que seja possível o desenvolvimento de um plano de mitigação, que pode incluir novos serviços, instalação de produtos ou consultoria para correção”, explica. O executivo ressalta ainda a consultoria para adequação à LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados como outro produto bastante procurado nos últimos meses.

Mesmo com a volta das atividades presenciais, o investimento em cibersegurança continuará sendo foco das empresas, uma vez que o modelo híbrido deve ser aderido por grande parte das companhias.

“A maior diferença para as empresas será a forma como os colaboradores se conectam à rede. No modelo 100% presencial, o ambiente era totalmente controlado e agora todos vão passar a acessar a partir de outros dispositivos”, finaliza Duani.



Mais Notícias RTI



Naxi lança planos de Internet de até 6 Gbit/s para clientes residenciais

Provedor de Jaraguá do Sul utiliza tecnologia XGS-PON da Venko Networks.

14/01/2022


Santa Catarina terá programa para levar fibra óptica ao meio rural

Investimentos previstos são de R$ 100 milhões nos próximos dois anos.

14/01/2022


Scala Data Centers inicia construção simultânea de dois data centers no Brasil

Sites entrarão em operação ainda em 2022.

18/01/2022