O temor de um apagão no segundo semestre de 2021 fez disparar a procura por grupos geradores de energia elétrica, principalmente em setores como o da construção civil, indústria alimentícia, saúde, tecnologia, condomínios residenciais e agronegócio.

Movidos a diesel ou a gás, os equipamentos entram como backup no fornecimento de energia, garantindo, assim, autonomia energética às empresas e prestadoras de serviços. A Stemac, especialista nacional na fabricação e comercialização de grupos geradores, registrou um aumento de 35% em demandas nos últimos dois meses.

Em 28 de maio último, parte do Brasil ficou sem energia por conta de um problema causado pela usina de Belo Monte. Além disso, com a chegada de um período seco mais rigoroso, a agência reguladora do setor precisou acionar a bandeira vermelha patamar 2, uma vez que o cenário de reservatórios reduzidos desfavorece a produção de energia pelas hidrelétricas.

“A demanda já mostrava tendência de alta, associada às necessidades de reforço das operações em setores que não pararam durante a pandemia, como hospitais, indústria alimentícia e data centers. Mas a busca por geradores se intensificou recentemente, num movimento semelhante ao assistido na crise energética de 2001”, explica Valdo Marques, Vice-Presidente Executivo da Stemac.

“Em momentos assim, as empresas e consumidores em geral anseiam por soluções energéticas mais eficientes, seguras e que ajudem a reduzir despesas”, complementa o executivo.

Com organização própria distribuída estrategicamente em 24 estados, a Stemac oferece acompanhamento no projeto, fabricação, instalação, peças e serviços.

A fábrica da Stemac em Goiás tem uma capacidade produtiva de 15 mil unidades por ano e hoje opera com folga, com uma média de 3500 grupos geradores vendidos por ano. Diante das dificuldades enfrentadas por toda a indústria com a falta de matéria-prima e componentes, a companhia está montando planos de contingência com a cadeia de fornecedores.

A Stemac também fechou uma parceria com a Santander Financiamentos para oferecer linhas de crédito fáceis e ágeis para atender à alta demanda por energia elétrica segura. O benefício está disponível para todas as empresas com mais de um ano de vida, após análise de crédito.
 



Mais Notícias RTI



ALLREDE incorpora mais cinco provedores no Centro-Oeste

Empresa alcança 152 mil clientes.

07/12/2021


OneX Data Centers do Brasil inaugura data center no Vale do Aço mineiro

Objetivo é prover serviços de nuvem.

07/12/2021


IProject apresenta dois novos produtos na ABRINT 2021

Com soluções inovadoras, a iProject TI chega à ABRINT com grandes novidades.

07/12/2021