A Abrint - Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações divulgou os resultados da segunda fase da Campanha de Backhaul de Fibra, que visa auxiliar a Anatel - Agência Nacional de Telecomunicações a atualizar a lista de locais que possuem essa infraestrutura. A entidade disponibilizou uma ferramenta que permite aos provedores regionais informarem se realmente há rede de infraestrutura em sua região. Essa etapa tinha como foco mapear localidades específicas, principalmente áreas rurais, tendo como resultado a identificação de 526 novas localidades.

Na região Sudeste foram constatadas 169 localidades que possuem backhaul de fibra e que não estavam identificadas pela Anatel. São Paulo foi o estado com o maior número de atualizações (63), seguido por Minas Gerais (60), Rio de Janeiro (26) e Espírito Santo, com 20.

Por meio desses dados, o órgão regulador consegue alocar as contrapartidas de investimento em backhaul de fibra dos vencedores do leilão 5G exclusivamente aos municípios que realmente ainda não têm essa infraestrutura. Além disso, se evita o mau uso de dinheiro público e a promoção de um desequilíbrio competitivo aos prestadores que já atuam nessas cidades.

“Como representantes e defensores dos interesses das pequenas e médias empresas provedoras de serviços de Internet e telecomunicações, podemos e queremos ajudar a trazer uma melhor conectividade para todo o país. Por isso, não medimos esforços para auxiliar a Anatel nesse trabalho e fazer com que a alocação das obrigações de investimento seja cada vez mais assertiva”, afirma Alessandra Lugato, diretora executiva da Abrint.



Mais Notícias RTI



Naxi lança planos de Internet de até 6 Gbit/s para clientes residenciais

Provedor de Jaraguá do Sul utiliza tecnologia XGS-PON da Venko Networks.

14/01/2022


Santa Catarina terá programa para levar fibra óptica ao meio rural

Investimentos previstos são de R$ 100 milhões nos próximos dois anos.

14/01/2022


Scala Data Centers inicia construção simultânea de dois data centers no Brasil

Sites entrarão em operação ainda em 2022.

18/01/2022