Com a pandemia do novo coronavírus, muitas empresas passaram a manter seus colaboradores em regime de home office como uma alternativa para manter a companhia funcionando em tempos de quarentena. A medida fez com que a demanda por Internet nas residências brasileiras aumentasse consideravelmente.

A WDC, sabendo da necessidade dos provedores regionais em aumentar a capacidade de suas redes em tempo recorde, juntou forças com a Nokia, seu fornecedor de tecnologia FTTH, para lançar uma nova campanha. A iniciativa prevê a venda de produtos de fibra óptica para residências e pequenas empresas com três meses de carência para iniciar o pagamento e contratos de até 60 meses. “Queremos ajudá-los em suas operações e, com isso, também auxiliar indiretamente as famílias brasileiras, que precisam de Internet banda larga para trabalho remoto. Por isso, estruturamos esse projeto especificamente para os provedores de Internet, com quem temos uma parceria importante e estratégica”, explica Junior Carrara, diretor da WDC.

Os equipamentos que integram a ação são OLTs, alguns modelos de ONU Fiber Home, produtos da linha Easy4Link com roteador a escolha do provedor (combo), além da família de equipamentos Nokia.



Mais Notícias RTI



Silica Networks anuncia projeto de cabo submarino de 1026 km até a Antártica

Filiais do Brasil, Argentina e Chile participam do estudo do projeto que liga o extremo sul do continente ao Polo Sul.

19/04/2021


Sanepar estuda compartilhamento de rede de esgoto com fibra óptica

Ideia é aproveitar a capilaridade dos 38.464 km de tubulação no Paraná.

19/04/2021


Comba Telecom desenvolve solução Open-RAN multibanda e multi-RAT

Plataforma destina-se a frequências de 1800 e 2100 MHz.

19/04/2021