Com a necessidade de isolamento social como melhor opção de combate ao Covid-19, empresas em todo o mundo estão adotando o home office e as escolas implantando aulas online para seus alunos. Mas como garantir que a infraestrutura de rede nas residências é capaz de garantir um elevado tráfego de aplicações com qualidade e confiabilidade?

A Dimensional Infra, distribuidora de produtos para redes, data centers e cabeamento estruturado, está mostrando ao mercado a importância de se investir em cabeamento de rede nas residências. “Estamos vivendo uma situação no mundo que nunca havíamos imaginado. O escritório ou trabalho agora estão dentro das casas e todas as conexões vieram juntas, somando-se à enorme demanda de streaming de vídeos on demand, jogos online e acesso em banda larga”, diz Darvin Morais, gerente de unidade de Infra da Dimensional.

Segundo ele, as residências podem até estar preparadas para suportar essa nova demanda, mas provavelmente com baixa qualidade. “É quando o usuário vai ligar para a operadora e reclamar que a Internet não está funcionando bem”, diz.

Por isso é hora de repensar o uso de cabeamento para determinadas conexões na residência. O primeiro ponto é determinar em qual situação é mais vantajoso utilizar a rede cabeada ou sem fio. O Wi-Fi tem evoluído muito rápido atingindo grandes velocidades, porém ainda abaixo das velocidades suportadas pelo cabo. “Hoje conseguimos atingir uma velocidade em sistemas Wi-Fi de até 867 Mbit/s, mas até 10 Gbit/s no cabo de rede”, afirma.

Além disso, a rede cabeada é mais estável, sofre menos interferência externa que cause instabilidade quando se compara com o Wi-Fi e oferece mais segurança dos dados. “O cabo exige o vínculo físico para a troca de informações e acesso. Já no Wi-Fi os dados estão no ar e, portanto, são mais vulneráveis aos hackers”, lembra.

O executivo também ressalta que a passagem dos cabos de rede pode ser mais fácil e rápida, sem precisar quebrar paredes ou passar por debaixo dos tapetes. “É preciso avaliar cada projeto. Tudo depende do que se quer conectar com cabo, onde está o roteador e qual o tipo de residência. Algumas conexões podem ser cabeadas a partir do roteador diretamente do dispositivo. Outras podem trafegar pelos dutos já existentes, como dos cabos de TV a cabo e em outros casos podem ser usadas calhas de acabamento”, diz o gerente. Segundo ele, o cabo pode ser muito vantajoso em determinadas conexões e entregar mais desempenho. “Um sistema híbrido realmente pode ser a solução melhor e precisa ser considerada”, diz.

Com sede em Limeira, SP, a Dimensional Infra faz parte do Grupo Sonepar e oferece soluções tecnológicas de infraestrutura industriais e corporativas de empresas com Vertiv, Furukawa, Commscope e Dahua. O portfólio inclui soluções em cabeamento estruturado e óptico, identificação, canalização, racks e gabinetes, confinamento para data centers, gerenciamento de energia, controle de acesso, sistema de detecção e alarme de incêndio e CFTV. Conta com mais de 500 colaboradores em 16 filiais, além de um novo centro de distribuição, inaugurado em setembro de 2019, no Espírito Santo, somando mais de 30 mil m2, três centros de reparos e cinco oficinas móveis.

Mesmo depois de passada a quarentena, é provável que muitas empresas passem a considerar o home office como uma alternativa eficaz e produtiva para seus funcionários. “É preciso estar preparado para necessidades de conectividade cada vez maiores nas residências”, finaliza.



Mais Notícias RTI



Agora Telecom adquire Fit Network para reforçar atuação em videomonitoramento

Aquisição irá incrementar vendas de soluções de segurança eletrônica.

29/06/2020


Vero Internet anuncia aquisição da MKA Telecom

Com o investimento, grupo com atuação em Minas avança para o Sul.

29/06/2020


Eaton fecha acordo com Klint para distribuição de sistemas de energia

Parceria inclui UPS monofásicos e trifásicos, módulos de baterias, placas de conectividade, ePDus - enclosure power distribution units e acessórios.

29/06/2020