A Angola Cables, provedor multinacional de soluções de conectividade, atingiu 1,2 Tbit/s de tráfego de dados no Brasil no início do mês de março, o que representa um aumento de aproximadamente 100% nos últimos seis meses. Tal registro coincide com o crescimento do tráfego em todo o país no mesmo período, o que demonstra a necessidade de se buscar rotas eficientes. Atualmente, na rede da empresa, a latência do trecho Fortaleza - São Paulo é de 45 ms, Fortaleza - Miami 65 ms e Miami - São Paulo 104 ms. A latência de Fortaleza - Luanda é de 63 ms.

Por meio dos cabos SACS e WACS, a Angola Cables oferece uma rota alternativa de conexão do Brasil com a Europa sem a necessidade de passar pelos Estados Unidos, embora essa opção também seja possível através do cabo Monet. Possuir rotas com capacidade e pontos de conexão colaboram para que se tenha uma menor latência.

A Angola Cables tem mais de 4500 acordos de peering em todo o mundo e mais de 20 pontos de presença na Angola, África do Sul, Nigéria, Ghana, Portugal, Inglaterra, Espanha, França, Alemanha, Brasil e EUA.



Mais Notícias RTI



ALLREDE incorpora mais cinco provedores no Centro-Oeste

Empresa alcança 152 mil clientes.

07/12/2021


OneX Data Centers do Brasil inaugura data center no Vale do Aço mineiro

Objetivo é prover serviços de nuvem.

07/12/2021


IProject apresenta dois novos produtos na ABRINT 2021

Com soluções inovadoras, a iProject TI chega à ABRINT com grandes novidades.

07/12/2021