A Ambev atingiu mais uma de suas metas públicas em gestão hídrica. Nos últimos 20 anos, a companhia reduziu em mais de 55% a utilização de água nos processos de produção de cerveja do seu portfólio, passando de 5,36 para 2,39 litros de água em 2024. A meta estabelecida em 2018 previa a diminuição para 2,5 litros até 2025.

A redução atingiu seu menor patamar no último ano e representa um importante passo para o negócio e para a sustentabilidade de toda a cadeia. Os números se referem a toda a água utilizada no processo de produção dentro das cervejarias. “Aqui, medimos os consumos do início ao fim, desde a água utilizada nos refeitórios e no processo de produção, até mesmo as designadas para a limpeza das tubulações e equipamentos. A água é nosso principal ingrediente e usá-la de forma inteligente garante a sua conservação”, explica Renata Van Der Weken, diretora de meio ambiente da Ambev.

Segundo a executiva, um dos pontos cruciais para atingir a meta estabelecida foi a instalação de tecnologias que possibilitam o tratamento e o reúso em atividades ligadas à limpeza e às utilidades em geral. “Após a esterilização de uma tubulação limpa, por exemplo, a água utilizada em vez de ser descartada pode ser destinada ao enxágue inicial de um outro tanque que está iniciando seu processo de limpeza, sempre garantindo a qualidade nos processos. Também investimos em eliminar o descarte de água em pequenos equipamentos de resfriamento, que passou a recircular e ser reutilizada várias vezes em circuitos fechados.”

A empresa também realiza uma série de ações internas, como treinamentos, manutenção e gestão da água para seus mais de 30 mil colaboradores.



Mais Notícias HYDRO



Desenvolve SP oferece financiamento de R$ 1 bilhão para obras de saneamento em São Paulo

Empresas contratadas pela Sabesp terão apoio da agência de fomento para executar obras para as cadeias produtivas do IntegraTietê.

15/04/2024


Sanepar lança programa para definir metas e tipos de reúso

Com 264 ETEs, companhia irá definir as possibilidades de aplicação em cada região.

15/04/2024