A ABES – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental disponibilizou a edição 2020 do Ranking ABES de Universalização do Saneamento. Produzido com base em indicadores de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto e coleta e destinação adequada de resíduos sólidos, o documento identifica o quão próximo os municípios brasileiros estão da universalização do saneamento.
As três primeiras colocadas na categoria cidade de grande porte (acima de 100 mil habitantes) são municípios do estado de São Paulo: São Caetano do Sul, Rio Claro e Piracicaba, a última presente no topo pelo quarto ano consecutivo. As 27 capitais brasileiras estão presentes no ranking, e a região com maior representatividade, considerando todos os municípios brasileiros, é a Sudeste, com 63,67% dos municípios e 88,55% da população. A concessionária Mirante, administrada desde 2012 pela holding Aegea Saneamento, é responsável pela operação de todo o sistema de esgotamento sanitário do município, viabilizada por meio de PPP - Parceria Público-Privada firmada com a Prefeitura Municipal de Piracicaba e o Semae - Serviço Municipal de Água e Esgoto.

Atualmente, Piracicaba conta com 62 estações elevatórias de esgoto, 24 ETEs - Estações de Tratamento de Esgoto e 1409 km de rede coletora de esgoto instaladas. Soma-se 3,4 bilhões de litros de esgoto tratados, números que mantêm a cidade na primeira posição. Na edição deste ano, o Ranking ABES de Universalização do Saneamento avaliou 1857 municípios, representando cerca de 70% da população do país. Com 100% de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto, coleta de resíduos sólidos e destinação adequada, Piracicaba alcançou 500 pontos, nota máxima nos cinco serviços avaliados.

O Ranking ABES de Universalização do Saneamento pode ser consultado pelo link: https://bit.ly/3dDTIzM .



Mais Notícias HYDRO



Projeto do Museu Água em São Paulo está aberto para patrocinadores

Empresas apoiadoras podem usar leis de incentivo fiscal.

22/06/2021


Tigre aposta em saneamento com oferta de estação de tratamento de esgoto unifamiliar

Solução reduz o custo de implantação em 40% e de operação em 30% comparado ao conceito tradicional.

22/06/2021


Sabesp automatiza processo de pesagem

Com as soluções da Toledo, há melhor controle da entrada e saída dos materiais, em especial de produtos químicos.

22/06/2021