Para trazer a experiência finlandesa no controle de perdas de água, a Casan – Companhia Catarinense de Águas e Saneamento assinou um Termo de Cooperação Técnica com a empresa UROS, especializada em aplicar Tecnologia da Informação e IoT - Internet das Coisas em sistemas de abastecimento.

A partir da primeira semana de maio, a UROS inicia trabalhos no sistema de abastecimento de São Miguel do Oeste, no extremo oeste de Santa Catarina, uma das operações mais complexas devido a características geográficas e geológicas da região. Na sequência, o projeto deverá será replicado em outras áreas.

O projeto de tecnologia será implantado, inicialmente, na área central do município. São Miguel do Oeste tem perda total de 49,9% da água captada, porém, apenas 35% desse índice se refere a perdas físicas, ou seja, água não consumida. Cerca de 14% são consideradas perdas comerciais, volume consumido sem que a companhia fature, como ligações irregulares e fraudes, combatidas sistematicamente.

Com escritório para a América Latina em Campinas, SP, a UROS é especializada em sistemas digitais avançados para implementar soluções tecnológicas que objetivam reduzir as perdas de água. Esse programa conjunto terá duração estimada de seis meses, apresentando ao final um diagnóstico da área avaliada, e que possa ser replicado em outros sistemas gerenciados pela Casan.

O foco principal do trabalho consiste na instalação de sensores específicos para captar dados, que serão transmitidos aos servidores da UROS a cada cinco minutos. Os dados serão analisados através de modelos algorítmicos próprios em uma plataforma IoT com inteligência artificial, ciência de dados e machine learning. Com base nos resultados, equipes de manutenção serão orientadas a atuar em consertos, reparos ou melhorias que se mostrarem necessárias.



Mais Notícias HYDRO



Governo do Ceará autoriza construção da maior usina de dessalinização do país

PPP terá capacidade de produção de água será de 1 m³/s.

26/07/2021


Instituto Trata Brasil lança o “esgotômetro”

Iniciativa inspirada no impostômetro mostra a precariedade do saneamento no país.

26/07/2021


Solução para gestão de perdas de água é pré-aprovada para financiamento do BID

SmartAcqua é baseada em inteligência artificial e machine learning.

26/07/2021