A presença de hidrocarbonetos e outros compostos orgânicos voláteis nos afluentes pode impactar a qualidade da água tratada, danificar os filtros e demandar operações de limpeza das estações. Para evitar situações como essas, a empresa inglesa MultiSensor Systems desenvolveu o MS1200, um analisador que realiza o monitoramento online e contínuo dos pontos de captação de água com base em uma técnica de medição sem contato, sem necessidade de reagentes e com reduzida manutenção, tanto em termos de peças sobressalentes quanto de serviço.

“A instalação é um processo muito simples. Basta a conexão a uma rede de energia, à fonte de água e ao esgoto”, diz Fabiola Fernandes Silvestri, diretora da AnyFlow, de São Paulo, empresa que está há seis meses representando a MultiSensor Systems no Brasil. Segundo ela, o MS1200 oferece elevada sensibilidade, com precisão inclusive para baixas concentrações (de 1 a 3000 ppb), o que o torna indicado para análise de água potável.

O sistema funciona da seguinte forma: a água passa por um tanque de amostra, onde os gases no espaço superior são medidos continuamente pelos sensores que respondem aos compostos orgânicos voláteis. De acordo com a Lei de Henry, a concentração de gases é proporcional à concentração da substância na água. O instrumento fornece os resultados das análises de forma online e emite alertas quando os níveis ultrapassam os valores predefinidos.

Segundo a diretora, o MS1200 pode substituir com as vantagens o método tradicional de medição e detecção de compostos orgânicos voláteis em laboratório baseado em cromatógrafo de gás, que é preciso, mas lento e caro.

Em um dos clientes da MultiSensor, uma concessionária que capta água do rio foi atingida por altos níveis de hidrocarbonetos devido ao derramamento de óleo de uma planta petroquímica na região. “O MS1200 salvou a estação de grave contaminação”, diz. Foi também possível tomar as medidas para manter o serviço à população, como a instalação de uma fonte alternativa para abastecer o reservatórioO instrumento fica montado em um galpão e é alimentado por uma bomba, também usada para outra instrumentação. A análise é realizada a cada 15 minutos e, se houver um nível elevado, o instrumento fecha uma comporta por meio dos relés de alerta, desviando a água contaminada até que o evento passe.

Além do MS1200, a Multisensor Systems desenvolveu e comercializa analisadores de THM - trihalometanos analisadores de amônia. O foco da empresa é proteger as instalações de tratamento de água e efluentes; fornecer controle de poluição para poços, rios e outros cursos de água; reunir dados de controle de processo para reduzir o uso de energia e produtos químicos; proteger as membranas de osmose reversa e plantas de dessalinização; e monitorar a qualidade da água potável na rede de distribuição.

Existem atualmente mais de 100 mil produtos químicos tóxicos listados e o tratamento de água é testado rotineiramente apenas para uma pequena porcentagem, cerca de 5%. Além disso, para a maioria das fábricas, esses testes são realizados em uma base mensal ou anual, ao invés de diariamente, o que dificulta a rápida reação a eventos de poluição. “Medir o total de compostos orgânicos voláteis é uma boa maneira de rastrear a poluição, pois eles não estão naturalmente presentes em altas concentrações nos cursos de água. Com a precisão de instrumentos como o MS1200, essa tarefa se torna mais fácil”, finaliza a executiva.



Mais Notícias HYDRO



Projeto do Museu Água em São Paulo está aberto para patrocinadores

Empresas apoiadoras podem usar leis de incentivo fiscal.

22/06/2021


Tigre aposta em saneamento com oferta de estação de tratamento de esgoto unifamiliar

Solução reduz o custo de implantação em 40% e de operação em 30% comparado ao conceito tradicional.

22/06/2021


Sabesp automatiza processo de pesagem

Com as soluções da Toledo, há melhor controle da entrada e saída dos materiais, em especial de produtos químicos.

22/06/2021