A Neoenergia está intensificando sua ação para disciplinar o uso compartilhado dos postes de suas distribuidoras de energia com outras empresas que também utilizam canos e fios para entregar seus serviços, ou seja, companhias de telecomunicações que operam telefonia, internet e TV por assinatura.  As ações de fiscalização e ordenamento dos fios ocorrem em todas suas concessionárias: Coelba, na Bahia, Celpe, em Pernambuco, Elektro, em São Paulo e Mato Grosso do Sul, e Cosern, no Rio Grande do Norte.

Para começar, entre janeiro e setembro de 2020, a Coelba, concessionária da Neoenergia na Bahia, fez ações de segurança, fiscalização, ordenamento e manutenção em 14612 postes, o que resultou na remoção de 61,5 toneladas de cabos. As iniciativas aconteceram nas cidades de Feira de Santana, Salvador e região metropolitana, Itabuna, Juazeiro e Vitória da Conquista.

A Coelba utiliza uma plataforma móvel para cadastros, notificações, fiscalizações e acompanhamento de todas as regularizações, o que permite gestão e controle compartilhado entre todos os agentes envolvidos: distribuidora, empresas de telecomunicação e equipes em campo.

Já na Celpe, em Pernambuco, de janeiro até setembro de 2020, foram realizadas 6033 intervenções em postes e vãos de redes, para corrigir irregularidades técnicas, remover redes não identificadas e redes oriundas de ocupações clandestinas. As ações aconteceram em 16 municípios do estado e resultaram em 41,5 toneladas de materiais (cabos, ferragens e equipamentos) removidos dos postes da distribuidora.

Na Cosern, nos nove primeiros meses do ano, foram inspecionados aproximadamente 31 mil postes através dos projetos apresentados pelas empresas de telecomunicações. A inspeção é necessária sempre quando há um novo projeto para verificar a situação de cada poste e avaliar a possibilidade de permitir uma nova ocupação. Além disso, também nessa área de concessão houve trabalho de conscientização junto às empresas de telecomunicações.

Nos municípios de atuação da Elektro, entre São Paulo e Mato Grosso do Sul, a verificação é feita a partir da quantidade de projetos aprovados. Entre janeiro e agosto de 2020, a concessionária contabilizou mais de 100 mil novos pontos adicionados à estrutura dos postes. Com esse levantamento, pode-se confrontar o que está regularizado na companhia com o arrecadado a partir das taxas de compartilhamento de poste.



Mais Notícias EM



Consumo de energia aumentou em março

Mesmo com agravamento da pandemia e maior distanciamento social, consumo foi 5,5% maior do que março do ano passado.

16/04/2021


Enel adota aplicativo para pagamento de conta de luz em SP

Distribuidora fechou parceria com a PicPay e concede créditos para primeiros consumidores que adotarem o pagamento digital.

16/04/2021


2W Energia capta recursos para erguer eólica

Financiamento da gestora Darby será para o complexo Anemus, no Rio Grande do Norte.

16/04/2021