A operadora de telecomunicações Oi estendeu o número de serviços prestados pela Pacer Logística. Com os novos termos, a empresa logística passa a atuar no transporte de peças e materiais de infraestrutura.
A Pacer já prestava serviços para a Oi, no modal rodoviário, nas regiões Norte e Nordeste, com incursões pontuais em via aérea. Com os novos termos, a Pacer passa a responder também pelas operações rodoviárias no Centro-Oeste e no Sul, além de prestar atendimento aéreo em todo o país.

Para atender o novo contrato, a Pacer está abrindo mais duas salas de controle operacional voltadas exclusivamente para a Oi: uma em Brasília, DF, responsável pela coordenação logística das regiões Centro-Oeste e Norte, e a outra em Curitiba, PR, que oferecerá suporte na região Sul. O Nordeste já conta com uma base localizada em Recife, PE. O gerenciamento é feito em locais dentro da própria Oi, com equipes dedicadas e apoio das unidades regionais da Pacer.
“As salas de controle operacional nos permitem apoiar mais de perto o cliente em suas necessidades locais, com atendimentos a demandas específicas e um acompanhamento próximo para produção de relatórios mais precisos e com agilidade”, explica Alexandre Caldas, CEO da Pacer Logística.

Ele também comenta a importância da ampliação do contrato com a Oi em meio à crise provocada pela Covid-19. “O setor de telecomunicações não parou com a pandemia. Ao contrário, foi ainda mais essencial com o isolamento social. E nos próximos anos, esse segmento deve crescer muito mais com a chegada da tecnologia 5G. A Pacer tem experiência e especialização na logística de redes de infraestrutura de telecom. Estamos preparados para contribuir com esse salto tecnológico no Brasil”, finaliza.

 



Mais Notícias RTI



Silica Networks anuncia projeto de cabo submarino de 1026 km até a Antártica

Filiais do Brasil, Argentina e Chile participam do estudo do projeto que liga o extremo sul do continente ao Polo Sul.

19/04/2021


Sanepar estuda compartilhamento de rede de esgoto com fibra óptica

Ideia é aproveitar a capilaridade dos 38.464 km de tubulação no Paraná.

19/04/2021


Comba Telecom desenvolve solução Open-RAN multibanda e multi-RAT

Plataforma destina-se a frequências de 1800 e 2100 MHz.

19/04/2021