Os sete municípios da região do ABC Paulista serão apoiados pela Coalização ABC Digital – CABCD para viabilizar o desenvolvimento de projetos digitais essenciais para a recuperação da economia pós-pandemia. Criada em julho/2019 por um grupo de 13 entidades lideradas pelo Instituto MicroPower, é a primeira iniciativa regional concebida como um braço para apoiar a implementação de forma mais rápida, eficaz e efetiva de projetos que estejam alinhados às 100 ações estratégicas da E-Digital: Estratégia Brasileira para Transformação Digital, decreto 9319/2018.

A previsão da E-Digital é de adicionar US$ 115 bilhões ao PIB brasileiro até 2023. Deste montante, o valor potencial que pode ser adicionado ao PIB do Estado de São Paulo é de US$ 35 bilhões (US$ 1,5 bilhão na Região do ABC).

Segundo Francisco Antonio Soeltl, curador da Coalizão e CEO da MicroPower Global, o Propósito da CABCD é fomentar projetos que contribuam com a operacionalização da E-Digital nos sete Municípios da Região do ABC: Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. “Está no planejamento da CABCD que sua experiência possa ser replicada para as principais regiões do Estado de São Paulo e do país como forma de agilizar a implementação de projetos digitais vitais para o desenvolvimento econômico pós-pandemia”, destaca o executivo.

Atualmente compõem a CABCD 30 entidades, sendo três universidades do ABC: FEI, IMT – Mauá e UFABC, entidades das áreas de RH e de tecnologia, bem como empresas consolidadas e startups. Conta também com o apoio dos Ministérios da Economia, Cidades, MCTIC e da Secretaria de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia do Governo do Estado de São Paulo.



Mais Notícias RTI



Silica Networks anuncia projeto de cabo submarino de 1026 km até a Antártica

Filiais do Brasil, Argentina e Chile participam do estudo do projeto que liga o extremo sul do continente ao Polo Sul.

19/04/2021


Sanepar estuda compartilhamento de rede de esgoto com fibra óptica

Ideia é aproveitar a capilaridade dos 38.464 km de tubulação no Paraná.

19/04/2021


Comba Telecom desenvolve solução Open-RAN multibanda e multi-RAT

Plataforma destina-se a frequências de 1800 e 2100 MHz.

19/04/2021