De acordo com dados divulgados pela Anatel – Agência Nacional de Telecomunicações, ao observar a distribuição do tráfego durante 24 horas, é possível notar que à 0h o novo dia começa com um volume próximo a 8 Tbit/s, descendo até o mínimo de aproximadamente 2 Tbit/s às 4h. A partir das 11h o crescimento do volume de dados volta a acelerar, estabilizando-se perto de 9 Tbit/s entre 14h e 18h. Entre 20h e 22h é registrado o pico diário, que no dia 23 de março chegou a 11 Tbit/s, um recorde até então.

Ainda segundo a Anatel, o tráfego internacional de dados registrado pelas operadoras nas semanas de pico, no fim de março, chegou a 98% de aumento se comparado ao volume de uma semana considerada típica, antes das medidas de isolamento social.



Mais Notícias RTI



Testes em instalações de cabeamento óptico

Projeto de norma brasileira está em fase final de desenvolvimento.

13/07/2020


Live discutirá gestão de vendas para provedores

Como enfrentar os desafios atuais e pós-Covid nas empresas.

13/07/2020


Vertiv: mercado de infraestrutura continua aquecido

Para empresa, é fundamental garantir a continuidade das operações dos clientes.

13/07/2020