Santa Catarina terá um programa para levar Internet de qualidade ao meio rural. O projeto de lei do Governo do Estado foi aprovado pelos deputados estaduais no dia 21 de dezembro e garante R$ 100 milhões em investimentos para ações de conectividade nos próximos dois anos. A intenção do governador Carlos Moisés e do secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, é cobrir boa parte dos municípios com estrutura de fibra óptica.

O projeto do Governo do Estado deve causar uma transformação na vida de milhares de produtores rurais catarinenses, que poderão investir em tecnologias e inovações para adquirir conhecimento e aumentar a produtividade em suas lavouras.

“A agricultura tem se modernizado e o agronegócio tem passado por profundas transformações, com investimentos em automação e novas tecnologias para a produção. Construímos um projeto para levar a Internet fibra óptica para o interior do estado, uma mudança que irá revolucionar a educação e a forma de fazer agricultura em Santa Catarina. A Internet vai trazer uma nova vida aos produtores, um estímulo a mais para o conhecimento e inovação”, destaca o secretário.

Para que a Internet chegue até o meio rural, o Governo do Estado autoriza as concessionárias ou permissionárias de distribuição de energia elétrica a compartilharem suas estruturas, sem nenhum custo, para a passagem de cabos do serviço de telecomunicação. O secretário da Agricultura Altair Silva explica que, a partir de agora, as empresas de telecomunicações não terão que pagar tarifas ou taxas para a utilização desses postes. Em contrapartida, as concessionárias de energia poderão utilizar os serviços de Internet gratuitamente.

Os cabos de Internet passarão nas principais estradas rurais de Santa Catarina e os recursos previstos no projeto devem viabilizar a instalação dos serviços de telecomunicação nos municípios. A Secretaria da Agricultura dará o suporte para que os produtores consigam fazer a conexão com suas propriedades. Após a instalação da estrutura de fibra óptica nas estradas rurais, os agricultores contarão com o apoio da Secretaria para fazer a conexão com suas propriedades.

O Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR) possui uma linha de crédito especial, com financiamentos sem juros, para que os agricultores conectem suas propriedades à infraestrutura de fibra óptica do município. “É um grande programa, uma ação de Estado, para levarmos Internet para o campo. Vamos gerar uma revolução no agro catarinense, aumentando a atratividade do meio rural, dando possibilidades de escolha e estudos para os jovens agricultores. Assim como as cidades, o interior também estará conectado”, comemorou Altair Silva.

O projeto de lei segue agora para sanção do governador Carlos Moisés, que está prevista para breve.



Mais Notícias RTI



Master quer comprar provedores para dobrar base de acessos

Foco são operações até 15 mil assinantes.

23/05/2022


Banrisul inaugura data center em Porto Alegre

Estrutura é o primeiro Tier 3 em operação no Rio Grande do Sul.

24/05/2022


ITTV busca parcerias com provedores

O objetivo é oferecer capacidade de oferta de mais de 100 canais lineares de TV, programas adultos e infantis, documentários, noticiários, esportes, séries e filmes.

24/05/2022