Santa Catarina terá um programa para levar Internet de qualidade ao meio rural. O projeto de lei do Governo do Estado foi aprovado pelos deputados estaduais no dia 21 de dezembro e garante R$ 100 milhões em investimentos para ações de conectividade nos próximos dois anos. A intenção do governador Carlos Moisés e do secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, é cobrir boa parte dos municípios com estrutura de fibra óptica.

O projeto do Governo do Estado deve causar uma transformação na vida de milhares de produtores rurais catarinenses, que poderão investir em tecnologias e inovações para adquirir conhecimento e aumentar a produtividade em suas lavouras.

“A agricultura tem se modernizado e o agronegócio tem passado por profundas transformações, com investimentos em automação e novas tecnologias para a produção. Construímos um projeto para levar a Internet fibra óptica para o interior do estado, uma mudança que irá revolucionar a educação e a forma de fazer agricultura em Santa Catarina. A Internet vai trazer uma nova vida aos produtores, um estímulo a mais para o conhecimento e inovação”, destaca o secretário.

Para que a Internet chegue até o meio rural, o Governo do Estado autoriza as concessionárias ou permissionárias de distribuição de energia elétrica a compartilharem suas estruturas, sem nenhum custo, para a passagem de cabos do serviço de telecomunicação. O secretário da Agricultura Altair Silva explica que, a partir de agora, as empresas de telecomunicações não terão que pagar tarifas ou taxas para a utilização desses postes. Em contrapartida, as concessionárias de energia poderão utilizar os serviços de Internet gratuitamente.

Os cabos de Internet passarão nas principais estradas rurais de Santa Catarina e os recursos previstos no projeto devem viabilizar a instalação dos serviços de telecomunicação nos municípios. A Secretaria da Agricultura dará o suporte para que os produtores consigam fazer a conexão com suas propriedades. Após a instalação da estrutura de fibra óptica nas estradas rurais, os agricultores contarão com o apoio da Secretaria para fazer a conexão com suas propriedades.

O Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR) possui uma linha de crédito especial, com financiamentos sem juros, para que os agricultores conectem suas propriedades à infraestrutura de fibra óptica do município. “É um grande programa, uma ação de Estado, para levarmos Internet para o campo. Vamos gerar uma revolução no agro catarinense, aumentando a atratividade do meio rural, dando possibilidades de escolha e estudos para os jovens agricultores. Assim como as cidades, o interior também estará conectado”, comemorou Altair Silva.

O projeto de lei segue agora para sanção do governador Carlos Moisés, que está prevista para breve.



Mais Notícias RTI



Naxi lança planos de Internet de até 6 Gbit/s para clientes residenciais

Provedor de Jaraguá do Sul utiliza tecnologia XGS-PON da Venko Networks.

14/01/2022


Scala Data Centers inicia construção simultânea de dois data centers no Brasil

Sites entrarão em operação ainda em 2022.

18/01/2022


Tely aumenta capacidade de rede com solução da Ciena

Plataforma óptica coerente utiliza transponders de 400 Gbit/s.

18/01/2022