FIBRACEM APRESENTA

CONTEÚDO DE MARCA


Para as redes ópticas este fenômeno está sendo chamado de Rede Neutra.

Elas se tornaram uma realidade, pois a infraestrutura de postes disponível não comporta à demanda de todos os provedores que precisam construir redes com grandes capilaridades. Diante deste cenário e com o advento do 5G, a solução é compartilhar redes ópticas, otimizando a infraestrutura.

Os provedores passam a ter disponibilidade de rede em novas localidades, impulsionando as estratégias de expansão e reduzindo o tempo de ativação dos serviços, enquanto os assinantes podem economizar com a concorrência entre os players. A disponibilidade de redes ópticas deixa de ser um diferencial competitivo do provedor e cede espaço aos serviços entregues aos assinantes.

Algumas empresas que constroem infraestruturas de rede estão investindo em redes neutras. Nem todos os provedores de pequeno e médio porte, que necessariamente precisam implantar ou aumentar as suas capacidades, estão em condições de fazer investimentos maciços em redes privadas. Ao invés disso, os ISPs podem alugar parte da capacidade de uma rede neutra, a fim de atuar sem os custos de implantação de uma rede própria.

É fundamental que as Redes Neutras sejam construídas de acordo com as melhores práticas de instalação e com produtos de alta qualidade, de modo que seja garantido alto nível de disponibilidade dos serviços aos assinantes. Esse cenário tem exigido que nós fabricantes, pensemos em soluções cada vez mais inteligentes e eficazes, para a excelência dos serviços e o contínuo desenvolvimento desse segmento.

Sobretudo, antes de qualquer coisa é indispensável saber a real importância em escolher a solução mais eficiente, tecnologias inovadoras, um custo benefício na manutenção da rede e ter a perspectiva de um atendimento de qualidade, ou seja, uma rede confiável.

E isso nos faz lembrar que ao longo deste ano, temos falado com bastante frequência sobre a importância de produtos PRECON (pré-conectorizados) para a parte passiva das redes ópticas, que possibilitam benefícios operacionais como a otimização da utilização de infraestrutura, à flexibilidade para mudanças e escalabilidade, o que permite a expansão da rede, além de uma melhora da performance das aplicações, ou seja, os produtos devem ter a filosofia do sistema “plug and play”.

A solução PRECON da Fibracem é completa, ou seja, inclui as Caixas Terminais Ópticas AIRCase para redes feeder capazes de suportar até 24 fibras e as CTOs AIRFit para distribuição/acesso em formato oval, podendo acomodar internamente até 2 splitters. As CTOs possibilitam rápida ativação de clientes e maior produtividade dos técnicos de campo, podem ser adotados tanto em soluções totalmente pré-conectorizadas, como em redes convencionais, com alimentação por fusão.

Os cabos com conectores AIRBond podem ter uma ponta conectorizada para atendimento ao cliente, ou duas pontas conectorizadas para interligação entre caixas, com conectores outdoor, compatíveis com a maioria dos modelos presentes no mercado, dispensando ainda o acesso ao interior das caixas de terminação.

Fibracem – Tel. +55 (41) 3661-2550

WhatsApphttps://whts.co/fibracem

Site: www.fibracem.com

App: Fibracem Mobile

Linha AIR: https://bit.ly/3vwNRpK



Mais Notícias RTI



Naxi lança planos de Internet de até 6 Gbit/s para clientes residenciais

Provedor de Jaraguá do Sul utiliza tecnologia XGS-PON da Venko Networks.

14/01/2022


Santa Catarina terá programa para levar fibra óptica ao meio rural

Investimentos previstos são de R$ 100 milhões nos próximos dois anos.

14/01/2022


Scala Data Centers inicia construção simultânea de dois data centers no Brasil

Sites entrarão em operação ainda em 2022.

18/01/2022