Derivado do carbono, material leve, resistente e com elevada condutividade térmica e elétrica, o grafeno é considerado no meio científico um dos maiores recursos da atualidade para aplicações em alta tecnologia, com potencial de incrementar inúmeros produtos presentes no cotidiano de milhões de pessoas.

Os trabalhos com grafeno na UCS se iniciaram apenas um ano após o isolamento do material (ocorrido em 2004 em um estudo realizado na Inglaterra, que mais tarde ganharia o Prêmio Nobel de Física). A planta produtiva do UCSGraphene possui 775 m² e está instalada no campus-sede da universidade.

O objetivo é o desenvolvimento de projetos inovadores e transferência de tecnologia em diferentes áreas do conhecimento, a partir da incorporação de grafeno, nanomateriais ou outros materiais em áreas como revestimentos avançados, materiais inteligentes, equipamentos de segurança, medicina regenerativa, metais, compósitos, polímeros e cerâmicas.

O grafeno é uma das formas alotrópicas do carbono, assim como o diamante, o carvão e o grafite, do qual é oriundo. Caracteriza-se por ser um material de elevada transparência, leve, maleável, resistente ao impacto e à flexão, excelente condutor térmico e elétrico, entre outras propriedades. É o material mais leve e forte do mundo (200 vezes mais resistente do que o aço), superando até mesmo o diamante. Uma folha de grafeno de 1 metro quadrado pesa 0,0077 gramas e é capaz de suportar até 4 kg. Por ser disruptivo, o grafeno tende a competir com tecnologias existentes e substituir materiais com décadas de uso. Suas aplicações permitem desenvolver produtos com alta resistência mecânica, capacidade de transmissão de dados e economia de energia. Como material de alta engenharia, o grafeno é um dos principais recursos em nanotecnologia, sendo utilizado na produção de telas e displays LCD, touchscreens, componentes eletrônicos com elevada capacidade de armazenamento e processamento de dados, baterias de recarga instantânea, entre outros.



Mais Notícias RTI



Testes em instalações de cabeamento óptico

Projeto de norma brasileira está em fase final de desenvolvimento.

13/07/2020


Live discutirá gestão de vendas para provedores

Como enfrentar os desafios atuais e pós-Covid nas empresas.

13/07/2020


Vertiv: mercado de infraestrutura continua aquecido

Para empresa, é fundamental garantir a continuidade das operações dos clientes.

13/07/2020