A Petronect, empresa criada por iniciativa da Petrobras para prover serviços de comércio eletrônico relacionados à aquisição de bens e serviços, escolheu a Netskope, especializada em soluções de segurança na nuvem, para apoiar seu projeto de inovação tecnológica e consolidar a segurança dos dados. A implementação das soluções proporcionou aumento da qualidade da gestão de TI e visibilidade de todo o ambiente tecnológico; maior controle do tráfego de dados e uso de aplicações; automatização de sistemas; e avanços significativos no processo de adequação à LGPD.

O plano de inovação tecnológica da Petronect incluía a migração da infraestrutura para serviços em nuvem e a otimização das estratégias de cibersegurança, sendo capaz de impulsionar o crescimento dos negócios com mais flexibilidade e escalabilidade. A Petronect tem um ambiente totalmente interligado que conecta infraestrutura on-premises e em nuvem (AWS e Azure) e SAP Cloud Platform. Os benefícios da abordagem híbrida trouxeram desafios à equipe de TI, sendo um dos maiores obstáculos o Shadow IT. Nesse sentido, a Petronect precisava de uma plataforma de segurança capaz de fornecer maior visibilidade e controle de tráfego das informações e do uso de aplicações, promovendo proteção a partir de qualquer dispositivo, independentemente da localização.

As soluções da Netskope adotadas pela Petronect foram Risk Insights para Web e SaaS; proteção inline para web; proteção em tempo real, Standard DLP, Threat Protection e proteção de API para Microsoft 365 voltados para SaaS. As primeiras provas de conceito (POC) com a Netskope ocorreram no início do ano passado, em parceria com a integradora Contacta. Em março de 2020, quando foram tomadas as primeiras ações de incentivo ao distanciamento social devido à pandemia de Covid-19, a Petronect adotou completamente o modelo home office, migrando toda sua força de trabalho para ambiente doméstico, e decidiu antecipar a implementação da tecnologia para garantir a segurança das equipes dentro e fora das redes.

Segundo Ricardo Salvatore, gerente de Segurança da Petronect, a migração de todos os usuários para o home office era uma grande preocupação da sua equipe de TI. A expectativa dessa equipe era que esse movimento traria um aumento expressivo no número de ameaças como ransomware, malware e phishing. O processo completo dos sistemas essenciais para a execução de tarefas em home office de 350 funcionários foi realizado em apenas três dias.



Mais Notícias RTI



ALLREDE incorpora mais cinco provedores no Centro-Oeste

Empresa alcança 152 mil clientes.

07/12/2021


OneX Data Centers do Brasil inaugura data center no Vale do Aço mineiro

Objetivo é prover serviços de nuvem.

07/12/2021


IProject apresenta dois novos produtos na ABRINT 2021

Com soluções inovadoras, a iProject TI chega à ABRINT com grandes novidades.

07/12/2021