A Conexis Brasil Digital, nova marca do SindiTelebrasil, apresentou um balanço sobre o setor de telecomunicações em 2020. Segundo a análise, os investimentos das prestadoras em telecomunicações somaram R$ 31,3 bilhões em 2020.

O levantamento aponta que, considerando a média dos últimos cinco anos, em dados nominais (R$ 30,5 bilhões), o valor investido em 2020 cresceu mais de 2%. Também houve evolução na comparação com o trimestre imediatamente anterior. Nos últimos três meses do ano de 2020 o investimento do setor cresceu 38,2% em relação ao terceiro trimestre, em valores nominais, e 1,7% em relação ao quarto trimestre de 2019.

Desde a privatização, no final dos anos 1990, o setor já aplicou mais de R$ 1 trilhão em valores atualizados e incluindo o pagamento de outorgas. Só em investimentos, o valor já se aproxima de R$ 900 bilhões.

Em 2020, a mão de obra do setor teve um aumento de 4,4%. Com isso, o número de empregos diretos passou de 483 mil para 504 mil.

“Estamos mantendo os investimentos mesmo num cenário de queda. A receita bruta de telecomunicações ficou em R$ 249 bilhões em 2020, uma redução de 2% em relação ao ano anterior”, afirmou Marcos Ferrari, presidente executivo da Conexis Brasil Digital. “Estamos no topo da curva de adoção do 4G, o investimento é em expansão da rede, fibra óptica. Na fibra que chega na casa do cidadão. A maior parte dos investimentos é voltada para isso”, complementou.



Mais Notícias RTI



O avanço das Redes Neutras no mercado de telecom e as soluções Precon para ISPs

Nos últimos anos, temos percebido que o segmento de redes ópticas vem se destacando de um modo muito acelerado e começa a fazer parte de um fenômeno mundial, conhecido como Economia Compartilhada.

29/11/2021


Tencent Cloud anuncia primeiro data center no Brasil

São Paulo foi a cidade escolhida pelo grupo chinês para atender o mercado latino-americano.

29/11/2021


Regulamento de bloqueadores de sinais é tema de consulta pública

Proposta permite que o uso de bloqueadores seja ampliado para portos e aeroportos, áreas de segurança pública ou militares, entre outros locais.

29/11/2021