A Prysmian, fabricante global de cabos e sistemas para os setores de energia e telecomunicações, fornecerá os cabos ópticos submarinos para o Programa Norte Conectado do Ministério das Comunicações. A implementação e operação do projeto piloto estão sob responsabilidade da RNP – Rede Nacional de Ensino e Pesquisa.

Serão fornecidos 770 km de cabos com 48 fibras ópticas G652D com prazo de entrega até setembro. Desenvolvido e fabricado pela Prysmian na Alemanha, o cabo será posicionado no leito do Rio Amazonas e, por isso, foi projetado para não impactar o ambiente subfluvial e apresentar uma vida útil de 25 anos nessas condições. O projeto prevê a transmissão de múltiplos canais de 100 Gbit/s.

Inicialmente, o programa vai conectar o trecho entre Macapá, AP, e Almeirim, Monte Alegre, Santarém e Alenquer, no Pará. Os municípios foram contemplados no projeto piloto Infovia 00, da fase 1 do programa. Ao todo, serão seis fases e nove infovias, com prazo de conclusão estimado para 2023.






Mais Notícias RTI



Silica Networks anuncia projeto de cabo submarino de 1026 km até a Antártica

Filiais do Brasil, Argentina e Chile participam do estudo do projeto que liga o extremo sul do continente ao Polo Sul.

19/04/2021


Sanepar estuda compartilhamento de rede de esgoto com fibra óptica

Ideia é aproveitar a capilaridade dos 38.464 km de tubulação no Paraná.

19/04/2021


Comba Telecom desenvolve solução Open-RAN multibanda e multi-RAT

Plataforma destina-se a frequências de 1800 e 2100 MHz.

19/04/2021