O Brasil fechou 2020 com as redes de 4G em 5275 municípios, onde mora 98,8% da população. Segundo balanço da Conexis Brasil Digital, no ano passado, 421 novos municípios receberam a infraestrutura de quarta geração, o que representa um crescimento de 9% em relação a 2019. O ritmo acelerado de expansão da conectividade permitiu a conexão de mais de um novo município por dia com 4G.

No ano passado, 20 milhões de novos chips 4G foram ativados, representando um crescimento de 13% frente a 2019 e totalizando 173,7 milhões de acessos. Junto com o 3G, a banda larga móvel já está em todos os municípios brasileiros e fechou 2020 com um total de 207 milhões de acessos, crescimento de 5,3% no ano. O 3G, por sua vez está em 5534 municípios, onde mora 99,9% da população nacional.

“Em 2020 ficou patente a importância da conectividade para a população e a economia brasileira. Neste ano de 2021, a conectividade deve estar entre as prioridades das políticas públicas para permitir alcançar as regiões mais remotas e a população mais vulnerável”, afirmou Marcos Ferrari, presidente executivo da Conexis, a nova marca do SindiTelebrasil.

Considerados os acessos fixos e móveis, o Brasil fechou 2020 com um total de 243 milhões de acessos, com crescimento de 6% em relação a 2019. Destes, 36 milhões são em banda larga fixa, aumento de 9,4% em relação ao ano anterior, com a adição de 3 milhões de novos acessos.

Segundo balanço de 2020, considerando todos os serviços de telecomunicações (telefonia celular e fixa, banda larga e TV por assinatura), o Brasil totalizou 315 milhões de acessos, o que representou um crescimento de 2,1% de crescimento frente a 2019.



Mais Notícias RTI



Naxi lança planos de Internet de até 6 Gbit/s para clientes residenciais

Provedor de Jaraguá do Sul utiliza tecnologia XGS-PON da Venko Networks.

14/01/2022


Santa Catarina terá programa para levar fibra óptica ao meio rural

Investimentos previstos são de R$ 100 milhões nos próximos dois anos.

14/01/2022


Scala Data Centers inicia construção simultânea de dois data centers no Brasil

Sites entrarão em operação ainda em 2022.

18/01/2022