Depois das recentes compras do Neogrid Data Center, de Joinville, SC, e do provedor HDTurboNet, no final de janeiro, a Brasil TecPar anuncia agora a aquisição da Nexus Telecom, provedor que atua no mercado de tecnologia há mais de 20 anos em Santana do Livramento e Quaraí, RS, fronteira com o Uruguai. Sua estrutura inclui pontos de presença capazes de cobrir mais de 95% da cidade, além de conectar boa parte da área rural da região.

Segundo Onir Figueredo, Chief Administrative Officer da Brasil TecPar, a companhia vem crescendo em uma velocidade constante rumo ao objetivo de alcançar a marca de 200 mil clientes no Rio Grande do Sul até o final de 2021. A equipe da Nexus soma-se aos mais de 900 colaboradores da companhia.

A Brasil TecPar chega à região com as suas duas principais marcas de mercado, a Amigo Internet, para atender os clientes residenciais com serviços de Internet, telefonia, televisão e videomonitoramento; e a Ávato, com o foco em atender clientes empresariais através de soluções inteligentes de TI como cloud, data center, firewall, PABX e também conectividade.

“Uma operação na fronteira com o Uruguai é um movimento territorial muito significativo, considerando a capilaridade de rede que temos no Estado e a possibilidade de desenvolver parcerias e complementariedade de estruturas presentes entre os dois países”, diz Magnum Foletto, Chief Operating Officer. Além disso, Santana do Livramento é uma fronteira seca com Uruguai e local de conexão com a operadora uruguaia Antel.

A Brasil TecPar tem um plano estratégico de investir R$ 300 milhões em fusões e aquisições (M&As) em 2021. O grupo conta atualmente com 115 mil usuários em 216 municípios, além de mais de 6000 km de rede óptica intermunicipal.






Mais Notícias RTI



Viavi Solutions realizará Virtual Xperience Day 2021

Evento acontece quarta e quinta-feira, a partir das 14 horas.

02/03/2021


Equinix investe R$ 320 milhões na expansão de data center em Barueri

Melhorias no SP4 incluem o aumento da área de colocation.

01/03/2021


Incidência de ataques DDoS foi três vezes maior em 2020 que no ano anterior

Estudo realizado pela UPX mostra que os provedores são os principais alvos.

01/03/2021