Mesmo sob o impacto da pandemia, o mercado de TIC brasileiro deve crescer 7% em 2021. A estimativa é da IDC Brasil e faz parte do estudo IDC Predictions, que antecipa tendências e movimentos de mercado para os 110 países em que a companhia de inteligência de mercado atua.

Levando em conta apenas o mercado de TI, a previsão é de alta de 11%. Já para telecom, o crescimento é de 2%. No mercado corporativo, que contempla software, serviços e hardware, a estimativa é de uma alta de 10%.

“No início de 2020, nossas pesquisas chegaram a registrar o interesse de 60% das empresas em ampliar os investimentos em TI, o que foi considerado o ápice da última década no país. Porém, a pandemia chegou e mudou todos os planos, levando o mercado a registrar, em maio e junho, o menor índice de interesse por investimentos”, explica Denis Arcieri, country manager da IDC Brasil. Em 2021, já mais otimistas, 50% das empresas voltam a aumentar seus investimentos no setor.

Segundo a IDC, os investimentos vão se basear em segurança, inteligência artificial, nuvem pública, modernização de sistemas de gestão de softwares e experiência do cliente. Já as prioridades serão aumentar a produtividade, reduzir os custos, balancear digital e físico, introduzir produtos e serviços novos e/ou aprimorados, e melhorar a aquisição e retenção de clientes.

 

 



Mais Notícias RTI



Silica Networks anuncia projeto de cabo submarino de 1026 km até a Antártica

Filiais do Brasil, Argentina e Chile participam do estudo do projeto que liga o extremo sul do continente ao Polo Sul.

19/04/2021


Sanepar estuda compartilhamento de rede de esgoto com fibra óptica

Ideia é aproveitar a capilaridade dos 38.464 km de tubulação no Paraná.

19/04/2021


Comba Telecom desenvolve solução Open-RAN multibanda e multi-RAT

Plataforma destina-se a frequências de 1800 e 2100 MHz.

19/04/2021