A GPR Digital, fornecedora de soluções para controle de ponto e acesso, obteve um crescimento de 15% no segundo semestre de 2020. Com atuação nas cidades paranaenses de Londrina, Maringá e Curitiba, a companhia, que atende mais de 10 mil clientes, aposta no crescimento do mercado de reconhecimento facial como uma solução disruptiva.

O relatório mais recente da Global Market Insights indica um aumento de 18% no segmento de reconhecimento facial até 2026. De acordo com o estudo, este mercado na América do Norte terá tração significativa de 2020 a 2026, puxada por setores como defesa e segurança nacional, varejo, assistência médica e grandes eventos. Em valores, as estimativas são que o mercado global de reconhecimento facial deva avançar de US$ 3,9 bilhões em 2019 para US$ 7 bilhões em 2024.

“O novo comportamento da sociedade gerado pela pandemia não mais aceitará outra forma de identificação de acesso, justamente porque o facial é mais seguro, mais eficiente e mais higiênico, além de apresentar, atualmente, valores competitivos em relação a outras tecnologias existentes no mercado”, avalia Gilson Peres da Rosa, diretor nacional da GPR Digital. Segundo ele, a perspectiva de crescimento médio da empresa com as vendas envolvendo a tecnologia de reconhecimento facial foi de 15% no segundo semestre de 2020.

Após o início da pandemia, o número de pessoas impactadas pela tecnologia de reconhecimento facial entre condomínios e empresas atendidas pela GPR Digital no Paraná chegou a 30 mil.



Mais Notícias RTI



Silica Networks anuncia projeto de cabo submarino de 1026 km até a Antártica

Filiais do Brasil, Argentina e Chile participam do estudo do projeto que liga o extremo sul do continente ao Polo Sul.

19/04/2021


Sanepar estuda compartilhamento de rede de esgoto com fibra óptica

Ideia é aproveitar a capilaridade dos 38.464 km de tubulação no Paraná.

19/04/2021


Comba Telecom desenvolve solução Open-RAN multibanda e multi-RAT

Plataforma destina-se a frequências de 1800 e 2100 MHz.

19/04/2021