Os conectores MPO, que oferecem alto desempenho e densidade de conexões, passaram a ser considerados em projetos de sistemas de cabeamento óptico em ambientes de missão crítica. Para debater o assunto, a revista RTI vai promover no dia 10 de novembro, às 17h30, o 17° Webinar Minha rede óptica MPO de alto desempenho está pronta, o que faço agora? A live contará com a participação de Flávio Marques, gerente de engenharia de aplicação da Furukawa, e de Ricardo Raineri, engenheiro especialista em redes ópticas da VIAVI Solutions. A mediação será conduzida por Paulo Marin, coordenador da CE 003:046.005, comissão de estudo da ABNT/Cobei responsável pelas normas brasileiras de cabeamento estruturado.

Segundo Marin, algumas instalações entregues com a proposta de oferecer uma infraestrutura de alto desempenho e “à prova de futuro” podem falhar em atender às expectativas de projetistas, operadores e usuários no momento em que se necessita fazer um upgrade de aplicação ou mesmo a ativação inicial da infraestrutura.

Com patrocínio da VIAVI Solutions, o webinar é uma oportunidade para debater as características dos conectores MPO, as aplicações existentes para uma infraestrutura óptica de alta densidade e os métodos de testes recém-publicados pela IEC, além das tendências e aplicações dos sistemas.

A transmissão será realizada ao vivo pelo YouTube pelo canal da Aranda Eventos e as inscrições devem ser feitas no link https://oferta.arandanet.com.br/17o-webinar-rti.



Mais Notícias RTI



O avanço das Redes Neutras no mercado de telecom e as soluções Precon para ISPs

Nos últimos anos, temos percebido que o segmento de redes ópticas vem se destacando de um modo muito acelerado e começa a fazer parte de um fenômeno mundial, conhecido como Economia Compartilhada.

29/11/2021


Tencent Cloud anuncia primeiro data center no Brasil

São Paulo foi a cidade escolhida pelo grupo chinês para atender o mercado latino-americano.

29/11/2021


Regulamento de bloqueadores de sinais é tema de consulta pública

Proposta permite que o uso de bloqueadores seja ampliado para portos e aeroportos, áreas de segurança pública ou militares, entre outros locais.

29/11/2021